Braskem começa ano em alta e recupera parte das perdas de 2019

Ações da companhia acumulam alta de mais de 15% em 2020

São Paulo – O ano de 2019 pode não ter sido um dos melhores para os acionistas da Braskem, que viram o preço dos papéis da companhia caírem 37% – o pior desempenho do Ibovespa no período. Mas, um acordo firmado com a Justiça de Alagoas, serviu de gatilho para que as ações da petroquímica começassem 2020 em movimento de forte valorização.

Notícias sobre