OrCam MyEye usa tecnologia de carro autônomo para leitura

Tecnologia israelense da OrCam permite ler textos e identificar pessoas

access_time 8 out 2018, 18h02 - Publicado em 5 out 2018, 15h59

Jerusalém – Se você não consegue enxergar bem, poucas tecnologias podem te ajudar. Os smartphones têm recursos de acessibilidade, mas não ajudam muito em situações do mundo real. Se você tem dificuldade para ler placas ou reconhecer pessoas no dia a dia, uma ajuda tecnológica mais inovadora seria bem-vinda. Essa é a proposta da OrCam, uma empresa israelense de visão computacional.

O MyEye 2 é um dispositivo que se acopla aos seus óculos e permite que você saiba o que está escrito em uma placa ou folha de papel. O aparelho leva um instante para reconhecer o texto que está à sua frente e o lê em voz alta para você. Para ser mais preciso, você deve apontar para o trecho do texto que quer ouvir,

Disponível em idiomas como inglês, espanhol e português, o MyEye 2 ajuda quem tem deficiência visual em diferentes níveis.

O MyEye 2 também conta com recursos adicionais. Um deles é o de horário. Mesmo sem um relógio, basta olhar para o pulso para saber que horas são. Outro, ainda mais útil, é o registro de rostos. Se a sua visão não for boa o suficiente para distinguir as faces das pessoas, o MyEye pode registrar até 150 rostos. Toda vez que ele detectar alguém conhecido, ele dirá o seu nome.

O registro de rostos precisa ser feito manualmente e você mesmo precisa relacionar o nome da pessoa com a sua face.

A Organização Mundial da Saúde estima que 253 milhões de pessoas tenham deficiência visual, sendo 36 milhões cegos e 217 milhões com perda moderada ou severa da visão. Dessa população, 81% dos que são cegos ou têm perda severa de visão têm 50 anos de idade ou mais.

Veja também

A OrCam vende o MyEye globalmente e a sua segunda versão custa 3.500 dólares, quase 14 mil reais atualmente (distribuído no Brasil, o produto sai por 18.900 reais). Há também a primeira versão do produto, que era maior, mas custa menos de 3 mil dólares.

A OrCam surgiu dentro da Mobileye, uma empresa que trabalha com visão computacional para carros autônomos. Isso mostra a aplicação de tecnologias futuristas no nosso cotidiano.

*O jornalista viajou a Israel a convite do Jerusalém Press Club

Atualização: A matéria foi atualizada com o número de 150 rostos possíveis de serem registrados, e não 20, e com o preço do aparelho distribuído no Brasil.

Notícias sobre
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s