Zuckerberg recusa convite para depor em Parlamento do Reino Unido

Parlamento investiga a disseminação de notícias falsas; CEO da rede social ofereceu enviar outros executivos da empresa no seu lugar

Londres – O executivo-chefe do Facebook, Mark Zuckerberg, recusou um convite para depor no comitê do Parlamento do Reino Unido que investiga a disseminação de notícias falsas e ofereceu enviar outros executivos da empresa no seu lugar.

Ao saber da resposta, o parlamentar do Partido Conservador Damian Collins, que preside o Comitê de Assuntos Digitais, Cultura, Mídia e Esportes, aconselhou Zuckerberg a “pensar de novo”. Ele reforçou, ainda, a oferta para que o fundador da rede social dê seu depoimento por meio de uma transmissão de vídeo. (Associated Press)