Zuckerberg motivava equipe com espada, diz ex-funcionário

O ex-funcionário do Facebook Noah Kagan atribui o estranho método à juventude de Zuckerberg na época, chamando-o de “super nerd de 23 anos” e de “imaturo”

São Paulo – Mark Zuckerberg, CEO e cofundador do do Facebook, usava uma espada de samurai falsa para ao mesmo tempo “motivar” e brincar com funcionários de sua companhia em 2005.

É isso que relata Noah Kagan, um ex-funcionário que trabalhou durante nove meses na empresa naquele ano.

Kagan conta o caso em seu e-book recém-lançado chamado de “How I Lost $170 Million: MY TIME as #30 AT FACEBOOK”, “Como eu perdi US$170 milhões: Meu tempo como o 30º funcionário do Facebook”, em tradução livre.

“Ele anda por aí com uma espada de samurai falsa, ameaçando atacá-lo se trabalhar mal. Onde raios ele conseguiu aquela espada samurai? Por sorte, nenhum empregado foi ferido enquanto eu estava lá”, escreve o ex-funcionário.

“Ele vinha e fingia cortar você, brincando que se você deixasse o site fora do ar ele iria cortar sua cabeça fora”, diz.

Kagan atribui o estranho método à juventude de Zuckerberg na época, chamando-o de “super nerd de 23 anos” e também de “imaturo”.

Apesar do tom de brincadeira, o ex-funcionário afirma que, por vezes, as atitudes do CEO do Facebook pareciam ameaçadoras.

“Eu vou cortar você com essa espada enorme”, afirmava Zuckerberg quando cobrava que algo fosse feito com agilidade.

Em outro caso, Kagan menciona que o CEO da atual maior rede social do planeta era literal em seu feedback para funcionários.

“Embora eu não me lembre em qual ferramenta trabalhávamos, o engenheiro Chris Putnam e eu passamos quase um mês construindo algo que nós pensávamos que Mark iria adorar. Um dia, ele foi até o computador de Chris e nós demonstramos o produto. Ele achou uma merda. Eu sei disso porque, em vez de dar um retorno sobre o produto, ele gritou: ‘Isso é uma merda, refaçam isso!’, jogou água no computador do Chris e afastou-se. Todos nós ficamos ali, em choque”, escreve o ex-funcionário.

Atualmente, Kagan mantém um blog pessoal chamado Okdork, no qual publica dicas de empreendedorismo e alguns reviews de livros.

Além disso, ele é CEO do AppSumo, uma agência de comunicação digital.