YouTube vai lançar serviço streaming de música em 22 de maio

O YouTube Music será lançado gratuitamente, enquanto o YouTube Music Premium, versão paga sem propaganda, será disponibilizado por 9,99 dólares por mês

O YouTube lançará na próxima terça-feira (22) uma nova versão de seu serviço de música on-line por assinatura, diferente de sua oferta de vídeo, para se posicionar mais claramente diante dos gigantes do streaming.

Trata-se de uma revisão de seu serviço pago YouTube Red, lançado no final de 2015, que propunha música sob demanda de maneira semelhante à de seus concorrentes Spotify, ou Apple Music, além de acesso à plataforma de vídeo do YouTube sem publicidade.

A partir de 22 de maio, o YouTube Red vai desaparecer para dar lugar ao YouTube Music Premium e ao YouTube Premium.

O YouTube Music Premium será a principal aposta em streaming, com uma assinatura de 9,99 dólares por mês por um serviço sem anúncios.

Embora o YouTube Red seja uma versão híbrida da plataforma de vídeo e um serviço de música sob demanda, o YouTube Music Premium parece estar muito mais próximo das plataformas de streaming de música em sua apresentação e operação, de acordo com uma mensagem postada no blog do YouTube.

Ele irá propor acima de tudo “milhares” de playlists, como fazem seus grandes concorrentes.

Já existe um serviço do YouTube Music, gratuito e com publicidade, que é uma versão da plataforma de vídeo do YouTube adaptada para suportes móveis. Este também será atualizado, mas permanecerá gratuito.

Quanto ao YouTube Premium, ele oferecerá o serviço de música, mas também todos os programas produzidos pelo YouTube, especialmente a nova série “Cobra Kai”, o primeiro projeto de grande escala do YouTube no universo das séries.

Este serviço que combina músicas, vídeos e programas originais será proposto por US$ 11,99 por mês para novos assinantes. Até agora, o YouTube Red custava US$ 9,99 por mês.

Os usuários que já assinavam o YouTube Red continuarão pagando o mesmo preço, mas acessarão o YouTube Premium.

No contexto dessas mudanças, o Google também mostra sua disposição de convergir o YouTube Music com o Google Play Music, para evitar ter dois serviços concorrentes dentro do mesmo grupo, quando o Spotify e a Apple Music também competem pelo mesmo mercado.

Os assinantes do Google Play Music se tornarão automaticamente e sem custo adicional assinantes do YouTube Music Premium, mantendo sua conta original.

O YouTube Music Premium e o YouTube Premium serão lançados na terça-feira nos Estados Unidos, na Austrália, na Nova Zelândia e no México, enquanto a Coreia do Sul terá acesso apenas ao YouTube Premium. Eles também serão lançados “em breve” em outros 14 países, incluindo a França. Não há previsão para lançamento no Brasil.