WhatsApp muda um recurso importante para usuários de iPhones

Aplicativo reforçou segurança de seus mais de 1 bilhão de usuários

São Paulo – O WhatsApp atualizou um recurso importante para os seus mais de 1 bilhão de usuários ativos diariamente no mundo todo e fez isso sem alarde. De acordo com o site da renomada revista Forbes, o aplicativo agora tem uma camada adicional de segurança para proteger dados como conversas e mídias (fotos, vídeos e áudios). 

Antes, o WhatsApp dependia apenas da proteção do iCloud Drive, a nuvem da Apple, para guardar seguramente a cópia dos dados dos usuários em iPhones. Ou seja, alguém com login e senha do iCloud poderia acessar o histórico de conversas no app. 

Agora, a empresa usa uma chave de criptografia única para proteger os dados do backup feito no iCloud. Com isso, quem quiser ter acesso ao histórico terá um trabalho considerável para quebrar essa proteção virtual.  

No entanto, a Forbes reporta que a novidade de segurança foi descoberta de uma maneira inusitada: em vez de ser algo divulgado amplamente pelo WhatsApp, quem propagou a descoberta foi a Oxygen Forensics, uma fornecedora russa de ferramentas de hackers para dispositivos móveis e para computação em nuvem.  

A chave de criptografia é enviada ao usuário quando ele opta pelo backup de dados no iCloud Drive. Nesse momento, ele recebe um código de verificação do WhatsApp e a codificação é gerada para proteger seus dados no iCloud Drive 

Oxygen Forensics diz que driblar o novo recurso de segurança é algo trabalhoso. Seria preciso de um chip com o mesmo número de celular do iPhone da vítima; a senha do iCloud Drive dela para fazer o download; e um iPhone para restaurar o backup dos dados. Com isso, o SMS de verificação seria interceptado e o WhatsApp de alguém poderia ser roubado.  

Essa técnica é parecida com a que foi supostamente usada para roubar dados da primeira dama Marcela Temer.  

O WhatsApp confirmou que reforçou a segurança do backup no iPhone em meados de 2016.

Veja também