WhatsApp é citado em 40% dos casos de traição na Itália

Adultério é descoberto graças ao uso descuidado do app

São Paulo – O aplicativo de mensagens WhatsApp é citado em 40% dos casos de traição, de acordo com a Associação Matrimonial de Advogados da Itália. O adultério é descoberto graças ao uso descuidado do app.

As pessoas usam o WhatsApp para trocar recados e enviar fotos. Em alguns casos, isso acontece até com “três ou quatro” parceiros diferentes ao mesmo tempo.

“As redes sociais aumentaram os casos de traição porque os tornaram mais fáceis, primeiramente por mensagens de texto, depois pelo Facebook e agora pelo WhatsApp, que tem sido amplamente usado”, disse ao The Times Gian Ettore Gassani, presidente da Associação Matrimonial de Advogados da Itália.

Uma pesquisa recente mostrou que o uso do smartphone é usado por quase 90% das pessoas que traem.

O WhatsApp tem mais de 600 milhões de usuários em todo o mundo e cerca de 10% deles são do Brasil.