Voltado para casais, novo plano do Spotify insiste em restrição antiga

Chamado de Premium Duo, pacote mensal custa R$ 21,90 e só pode ser utilizado por pessoas que moram no mesmo endereço

São Paulo – O Spotify agora tem um plano de assinatura voltado para casais. Sob o nome de Premium Duo, o serviço custa 21,90 reais por mês e permite que até duas pessoas que moram no mesmo endereço utilizem, em contas diferentes, o aplicativo com uso irrestrito das funções.

Em testes no Brasil desde agosto deste ano, o serviço traz algumas novidades em relação aos outros planos ofertados. A Playlist Compartilhada, por exemplo, permite que a dupla crie, gerencie e acesse a mesma seleção músicas. Já a playlist Duo Mix é criada automaticamente pelo aplicativo com base no gosto musical dos dois usuários.

O ponto negativo fica pela proposta da plataforma de manter um rigoroso controle em relação ao compartilhamento de assinaturas. Tal como no plano familiar – que custa 26,90 reais por mês e pode ser utilizado por até seis pessoas –, os usuários que quiserem compartilhar uma assinatura Duo precisarão compartilhar também o mesmo endereço físico.

A prática, vale lembrar, também é adotada por rivais do serviço de streaming sueco, como a plataforma francesa Deezer e o YouTube Premium, do Google. Já o Tidal, por sua vez, não faz essa restrição.

Procurado pela Exame, o Spotify não se manifestou sobre os motivos pelos quais opta por fazer a restrição residencial. Em nota, a assessoria do aplicativo apenas explicou que o processo de verificação residencial é totalmente criptografado e se dá através da ativação dos serviços de localização do dispositivo.

Além dos planos Duo e Familiar, o Spotify ainda conta com as opções Universitário (8,50 reais por mês) e Simples (16,90 reais por mês).