Você virou um viciado digital?

Conheça cinco maneiras de lidar com o comportamento compulsivo na web

São Paulo – O brasileiro é o campeão em tempo gasto na internet. Segundo o Net Insight, estudo do IBOPE Media, o tempo gasto por cada usuário brasileiro na web é de 43 horas e 57 minutos, em média. Logo atrás, vêm os franceses (39 horas e 23 minutos) e os alemães (37 horas e 23 minutos).

Com tanto tempo online conseguir controlar o uso que fazemos dos sites e redes sociais é algo cada vez mais difícil. O psicólogo Cristiano Nabuco, coordenador do Grupo de Dependência a Internet do hospital das Clínicas de São Paulo, já tratou mais de 200 internautas compulsivos e diz que a principal causa do vício em adultos são os sites de relacionamento.

Viciado digital?

Quais destes comportamentos descreve sua relação com a internet:

1 Preocupação excessiva com a web
2 Necessidade de aumentar o tempo conectado (on-line) para ter a mesma satisfação
3 Exibir esforços repetidos para diminuir o tempo de uso da Internet
4 Apresentar Irritabilidade e/ou depressão
5 Quando o uso da Internet é restringido, apresenta labilidade emocional (Internet como forma de regulação emocional)
6 Permanecer mais conectado (on-line) do que o programado
7 Ter o Trabalho e as relações familiares e sociais em risco pelo uso excessivo
8 Mentir aos outros a respeito da quantidade de horas conectadas

Resultado: Se você marcou mais de 5 assertivas já pode ser considerado um dependente de internet.

Sou um viciado e agora?

Veja como controlar a obsessão para não ser prejudicado no trabalho.

1 Redes Sociais com moderação: no trabalho, em empresas que você tiver acesso às comunidades abertas, procure dosar o tempo que passa navegando nos sites. Existem alguns aplicativos que bloqueiam por um tempo o acesso aos sites de relacionamento e podem te ajudar a controlar esse impulso.

2 E-mail também vicia: procure não checar e-mails de 3 em 3 minutos, estabeleça períodos mais longos para você não ficar preso em uma atividade só e conseguir realizar outros projetos.

3 Divida seu tempo: segundo o Dr. Cristiano o profissional multitarefa é um mito. O cérebro não consegue fazer várias coisas ao mesmo tempo e à medida que atenção se alterna de uma atividade para a outra o indivíduo perde produtividade. Por isso, realize uma atividade de cada vez, isso vai torná-la mais rápida e melhor.

4 Deixe o celular descansar: quem nunca perdeu horas em grupos ou respondendo mensagens que atire a primeira pedra. No ambiente de trabalho, procure deixar aplicativos de mensagens instantâneas como whatsapp, viber e etc desativados na maior parte do tempo e consulte-os somente de hora em hora. Se for algo realmente urgente a pessoa ligará para você.

5 Não utilize e-mails nem outro meio virtual como forma básica de interação com o entorno, eles afunilam as emoções e geram problemas de comunicação, além de se tornarem escudos que impedem de encarar as situações cara a cara.

Se você sentir que o seu caso é mais grave e encontrar mais dificuldade em desconectar é recomendável procurar um apoio psicológico. No site do grupo de Dependência a Internet (http://dependenciadeinternet.com.br/) você encontra passo a passo como entrar em contato para solicitar tratamento.