Visa prepara sistema de pagamento que dispensa cartão

A Visa planeja lançar, no segundo semestre, um novo sistema que vai permitir pagamentos apenas com a digitação de um nome e uma senha

São Paulo — A Visa tem uma nova plataforma para pagamentos digitais, na qual os dispositivos móveis terão papel relevante. Entre as mudanças está a possibilidade de os consumidores realizarem transações financeiras apenas informando seu nome ou email e uma senha. Ou seja: não será mais necessário digitar o número do cartão, sua data de expiração e código de segurança.

A novidade é chamada de “click to buy” e poderá ser integrada a múltiplos canais, como sites de e-commerce, redes sociais, celulares e terminais de caixa em estabelecimentos comerciais. Para garantir a segurança, serão utilizados sistemas de autenticação dinâmica. Na nova plataforma digital da Visa, os consumidores poderão configurar suas preferências, determinando que conta é acessada dependendo do tipo de mercadoria ou do valor da compra.

NFC para os ricos

Em mobilidade, a estratégia da Visa varia de acordo com o perfil econômico de cada mercado. Em países desenvolvidos a ideia é reforçar a solução de NFC (Near Field Communications), batizada de PayWave. Ela permite fazer pagamentos apenas aproximando o celular do terminal. 

Em países como Rússia e Índia, onde a penetração de celulares e de cartões é alta, mas o uso destes últimos é baixo, a Visa trabalhará em conjunto com instituições financeiras e operadoras para unir os dois segmentos e promover um aumento das compras com cartões via telefones móveis.

Visa + Visanet

Enquanto isso, na África e no Oriente Médio, onde a penetração de celular é alta e a de cartões de crédito é baixa, a estratégia é integrar a rede da Visanet aos atuais serviços de pagamento móvel providos por operadoras e bancos locais. Hoje, esses serviços permitem a realização de transações financeiras móveis entre os usuários, numa rede fechada. A integração com a Visanet significará a abertura desses serviços para o consumo em qualquer lugar do mundo que tenha um terminal de pagamento conectado ao sistema da Visa.

A nova plataforma digital será lançada no segundo semestre nos EUA e no Canadá, em parceria com 14 instituições financeiras. Na análise do site Rethink Wireless, a movimentação da Visa pode significar um balde de água fria para a Isis, joint-venture que reúne grandes bancos e operadoras norte-americanos para lançamento de uma rede para pagamentos via NFC.