Vigilância em massa já é realidade, diz Snowden

O ex-consultor da NSA disse que o caso envolvendo autoridades europeias confirma tese sobre existência de sistema de espionagem em massa

Berlim – O ex-consultor da Agência de Segurança Nacional (NSA, em inglês) Edward Snowden disse nesta sexta-feira que o caso de espionagem de autoridades europeias confirma sua tese sobre a existência de um sistema de espionagem “em massa”.

“A vigilância em massa é uma realidade. Pratica-se a espionagem industrial, e os serviços de Inteligência trabalham fora de controle dos representantes da sociedade e da Justiça”, declarou Snowden à revista “Der Spiegel”.

Em 2013, o ex-analista revelou ao mundo os “grampos” feitos ao celular da chanceler alemã, Angela Merkel, por parte de Washington, assim como os detalhes de vários programas de vigilância global.

“Naquele momento”, as revelações (do próprio Snowden) “levantaram dúvidas”. “Agora, os fatos estão sobre a mesa”, afirmou.

Com base em documentos confidenciais, a imprensa alemã acusou o serviço de Inteligência do país (BND) de espionar várias empresas e políticos europeus de alto escalão, a pedido da NSA – um duro golpe para o governo de Merkel.

Embora o principal acusado, o ministro do Interior, Thomas de Maizière, tenha negado “qualquer erro”, Merkel admitiu “falhas” no BND e se mostrou disposta a colaborar com a comissão de investigação que estuda o caso.