Vídeo no YouTube mostra momentos antes de garota atirar em instrutor nos EUA

As imagens mostram Charles Vacca, de 39 anos, ao lado da menina no stand de tiro Last Stop em White Hills

Vídeo divulgado pela polícia do condado de Mohave, no estado americano do Arizona, mostra momentos antes de uma menina de 9 anos perder o controle de uma submetralhadora Uzi e atingir o instrutor de tiro. O caso ocorrido na manhã de segunda-feira ganhou repercussão internacional.

As imagens mostram Charles Vacca, de 39 anos, ao lado da menina no stand de tiro Last Stop em White Hills. Vacca mostra a posição correta em que os pés devem ficar. Na sequência, a menina dá o primeiro tiro. Incentivada a continuar, a garota perde o controle da arma por conta do coice dado pela submetralhadora de fabricação israelense. O vídeo é interrompido neste momento. Veja:

//www.youtube.com/embed/z9w5zqksfTk

Vacca foi alvejado na cabeça, de acordo com a polícia. O instrutor foi levado de helicóptero para Las Vegas, onde foi declarado morto. Não foi dito qual era o modelo da submetralhadora Uzi usado pela garota, tampouco a quantidade de tiros que atingiu o instrutor. Alguns modelos são capazes de emitir 1700 tiros por minuto, ou 30 tiros por segundo, de acordo com o website da fabricante.

O Last Stop, um complexo que inclui um restaurante, bar e camping para trailers, tem um programa “Burgers and Bullets” (Hambúrgueres e balas) que oferece a seus clientes um almoço com visita ao stand de tiro, onde podem escolher entre mais de 20 armas automáticas para atirar.

(Com Agências Internacionais)