Velocidade mínima da internet sobe para 30% da taxa contratada

A velocidade média mensal obrigatória agora será de 70%

A partir de hoje (1), as operadoras de telefonia nacionais devem respeitar a velocidade mínima de 30% da taxa contratada, de acordo com determinação da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações). Além disso, a velocidade média mensal oferecida aos clientes deve ser de 70%.

Em outubro de 2011, a Anatel estabeleceu um cronograma para a melhoria dos serviços de banda larga prestados no país. Até outubro deste ano, as operadoras tinham que oferecer ao menos 20% da velocidade contratada, e 60% na média mensal.

Caso o serviço prestado pela sua operadora não obeceça às novas normas, os consumidores devem entrar em contato com a empresa e anotar o número do protocolo. Se o problema não for solucionado, é hora de contatar a Anatel.

As companhias que desobedecerem a determinação estão sujeitas a multas de até 50 milhões de reais e suspensão de serviços.

Para conferir a velocidade da sua conexão é possível usar o site SpeedTest.net para conferir. Além disso, há aplicativos do Brasil Banda Larga para aparelhos com sistemas Android e iOS.

Até 2015, a velocidade da internet banda larga deve ter melhorias significativas. Em um ano, a velocidade mínima será de 40% e a média mensal será de 80%.

No Brasil, há 27,3 milhões de pontos de conexão de banda larga no país, incluindo os fixos (residenciais, 19,9 milhões) e móveis (7,3 milhões), segundo um relatório da Cisco, divulgado nesta semana.