Usuários de apps não oficiais do WhatsApp são banidos permanentemente, diz site

Apps oferecem recursos adicionais ao serviço de mensagens

O WhatsApp adotou a prática de banir usuários de aplicativos não oficiais que oferecem acesso ao seu serviço de mensagens gratuitas via internet. Quem utilizar os apps WhatsApp+ ou o WhatsAppMD estão sujeitos a essa medida, caso o uso seja recorrente.

De acordo com o site alemão MobiFlip, o WhatsApp começou a proibir o acesso desses usuários, inicialmente, por um dia, tempo que, depois, passou para três. Agora, restrição de acesso ao serviço é “para sempre”.

Ambos os aplicativos sumiram da App Store e da Google Play Store recentemente, porém, usuários de smartphones com sistema Android continuaram a utilizá-los graças à capacidade de instalar aplicativos que vêm de fora da loja oficial do Google.

O WhatsApp+ informou estar em fase de desenvolvimento de uma solução para isso e pede que as pessoas deixem de utilizar o app por enquanto.

Os apps não oficiais oferecem recursos que o WhatsApp não tem, como a personalização de estilo de texto, elementos visuais e a capacidade de ver vídeos e mensagens mais longos.