Usuários constroem novas versões para o Google Glass

Um deles é o australiano Ash Williams, que criou o "Flass", combinação de "fake" (em inglês, falso) com "glass"

O Google Glass nem chegou ao público geral e já é um dos gadgets mais desejados do momento. Com o óculos inteligente somente nas mãos dos desenvolvedores e o provável preço salgado no futuro, alguns entusiastas da tecnologia deram um “jeitinho” e criaram seu próprio Glass.

Um deles é o australiano Ash Williams, que criou o “Flass”, combinação de “fake” (em inglês, falso) com “glass”. Para isso, Ash usou o recurso de TV-out (conexão com a TV) de um Nokia N9 para o visor, que fica preso sobre um óculos por meio de braçadeiras.

Além do Nokia N9, o “Flass” usa um display para ampliar o tamanho da tela e mandar as imagens para a retina. Segundo mensagem publicada no fórum de hardware “Overlockers”, Ash já fez quatro versões do óculos, no entanto, todas estão presas a cabos, enquanto o Google Glass é totalmente hands free. Ainda de acordo com Williams, seu próximo objetivo agora é criar uma interface similar à do Google e tentar integrar uma câmera ao equipamento.

Já o segundo inventor é o chinês Sunny Gao, que criou um modelo do óculos para ser impresso em 3D. O protótipo foi desenvolvido para a Global Hackathon, competição entre hackers. Apesar da semelhança entre o Glass ser grande, o dispositivo feito por Gao não é funcional. Para os interessados em imprimir o modelo, Gao disponibilizou o arquivo na internet.

Confira abaixo um vídeo demonstrando o funcionamento do “Flass”:

http://www.youtube.com/embed/nTPvH1WekIY

Com informações do CanalTech e The Next Web.