Usar laptop ou iPad à noite pode provocar insônia

Os aparelhos eletrônicos enganam o cérebro, fazendo com que o corpo acredite que ainda é dia

São Paulo – Um estudo americano relevou que usar o laptop antes de dormir não é uma boa ideia. Isso porque dispositivos que emitem luz forte, como os notebooks ou iPads, podem provocar insônia.

De acordo com a pesquisa, tais aparelhos “enganam” o cérebro humano. As luzes fazem com que o corpo acredite que ainda é dia – e os padrões cerebrais que indicam que é hora de dormir acabam por ser modificados. Dessa forma, o sono vai embora.

Especialistas explicam que o relógio biológico do corpo geralmente começa a emitir sinais de sono por volta das 21h ou 22h. O cérebro humano é programado para se manter acordado e atento durante o dia, quando há luz do sol. Quando começa a anoitecer, o cérebro passa a produzir o hormônio melatonina, responsável por regular o sono.

Ao ter contato com a luz azul emitida por dispositivos como o iPad, por exemplo, esse padrão cerebral é alterado e o corpo passa a entender que ainda é dia. Os olhos humanos são bastante sensíveis à luz azul, que é bastante comum durante o dia, mas rara à noite. Quando o corpo percebe essa iluminação, envia ao cérebro uma mensagem para bloquear a produção de melatonina.

Segundo os especialistas, ler um livro é muito melhor para assegurar uma boa noite de sono. Mesmo que seja necessário acender a luz para ler, as lâmpadas comuns não provocam esse efeito negativo no cérebro, já que não entram diretamente nos olhos. Ter uma televisão no quarto também não atrapalha demais o sono, já que a luz é emitida a uma certa distância.

“Se você usa o iPad ou o laptop perto da hora de dormir, a luz emitida será suficiente para estimular o cérebro a mantê-lo mais acordado”, explica Phyllis Zee, neurocientista e professor da Northwestern University. “Seria melhor que as pessoas simplesmente lessem um livro entediante na cama”, brinca Alon Avidan, um dos diretores do Centro de Distúrbios do Sono da Universidade da Califórnia. “E certifique-se de que não está muito claro. A luz deve ser suficiente apenas para permitir a leitura”.

Confira outras notícias sobre tecnologia ou iPad