Unesp faz parceria com a Fundação Wikimedia

Estudantes da universidade escrevem a definição de verbetes em português da enciclopédia digital multilíngue

São Paulo – Alunos de graduação em biblioteconomia e arquivologia da Universidade Estadual Paulista (Unesp), campus de Marília, escreveram e reescreveram em 2011 a definição de 11 verbetes em português da Wikipedia – enciclopédia digital multilíngue que pode ser consultada livremente e alterada pelos próprios usuários.

Os termos reformulados pelos estudantes foram indicados em conjunto com a Fundação Wikimedia e estão ligados à disciplina História da Cultura, obrigatória para os dois cursos.

O trabalho dos estudantes é parte de um projeto intitulado Wikimedia Education Program. Por meio dele, instituições de ensino superior ajudam o site a melhorar seu conteúdo, vinculando a tarefa ao currículo da graduação.

Por meio do trabalho realizado pelos estudantes, a Unesp se tornou a primeira instituição brasileira a cooperar com a Wikipedia, seguida pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio), que participou com dois projetos em 2011. A Universidade de São Paulo (USP) deve aderir ao programa em 2012.

Mais de 50 universidades nos Estados Unidos participam do projeto. Entre elas a Universidade da Califórnia em Berkeley, a Universidade de Colúmbia e a Universidade Yale.


No Canadá, oito instituições mantêm diferentes programas. A Índia se destaca com três universidades participantes e cerca de 30 embaixadores (líderes de um projeto específico que cuidam para que o trabalho seja executado no ritmo e padrão de qualidade necessários).

A atividade na Unesp de Marília é coordenada pela professora Maria José Vicentini Jorente, que pesquisa a wikipedia e outras ferramentas de difusão de informações da web, como blogs e redes sociais.

A função de embaixador foi assumida por Jaider Andrade Ferreira, recém-graduado em biblioteconomia e que, atualmente, realiza mestrado em Ciências da Informação na Faculdade de Filosofia e Ciências da Unesp com Bolsa da Fapesp.

“O embaixador tem que ser alguém que reúne muitas qualidades, o que é extremamente difícil. Ele deve entender linguagens técnicas da internet, como HTML, precisa saber coordenar uma equipe grande, que, no nosso caso, teve 60 pessoas, e saber lidar com o aspecto humano do trabalho, mediando conflitos entre os colegas”, explicou Jorente.

Ferreira aproveitou a experiência como “embaixador” para desenvolver um estudo sobre o assunto em um projeto de iniciação científica, também realizado com Bolsa da Fapesp. A pesquisa resultou em seu trabalho de conclusão de curso e no projeto inscrito por ele para ingressar no mestrado na Unesp.

Um resumo do trabalho realizado pelos estudantes da Unesp de Marília com a descrição das inserções da Wikipedia reformuladas por eles pode ser acessado no site.