Uma em cada dez pessoas pensa que HTML é uma doença

Pesquisa descobriu que pessoas acreditam que HTML é um doença sexualmente transmissível

São Paulo – Uma em cada dez pessoas pensa que HTML é um doença sexualmente transmissível, de acordo com uma pesquisa realizada pelo empresa de cupons de descontos Vouchercloud. O HTML, como muitos sabem, é uma linguagem de marcação usada em sites, e a sigla significa Hyper Text Markup Language. Ou seja, não tem nada a ver com HIV ou HPV.

O estudo foi realizado porque a Vouchercloud queria saber o quanto os seus clientes conheciam de informática. Responderam à pesquisa, que continha uma varidade de perguntas sobre tecnologia, 2.392 pessoas, entre homens e mulheres com idades de 18 anos ou mais

Confira a seguir alguns outros enganos inusitados dos internautas nesta pesquisa, de acordo com o LA Times:

– Gigabyte é um inseto normalmente encontrado na África do Sul, segundo 27% dos entrevistados.
– 42% disseram que Motherborad (placa-mãe) é o deque de um navio.
– 23% afirmaram que MP3 é um robô da saga cinematográfica Star Wars.
– 18% respoderam que Blu-Ray era um animal marinho.
– 77% não souberam dizer o que é SEO, que significa Search Engine Otimization — técnica usada para melhorar posiconamento de sites em buscadores.
– 15% disseram que “software” é uma palavra que se refere a roupas confortáveis.
– 12% responderam que USB é uma abreviação do nome de um país europeu.

“Parece que muitos de nós precisamos melhorar nossos conhecimentos sobre tecnologia”, disse um porta-voz da Vouchercloud ao LA Times.

“A pesquisa é 100% genuína e válida”, afirmou Leanne Thomas, executiva-sênior da 10 Yetis Public Relations, empresa responsável pela realização do estudo. Ela diz ainda que tudo foi realizado por e-mail e os participantes receberam um “incentivo” para responder às questões.