Ubuntu Edge não alcança financiamento e é cancelado

São Paulo - A Canonical, desenvolvedora do Ubuntu, bateu recordes de arrecadação no site de crowdfunding Indiegogo, mas sua meta para a produção do smartphone Ubuntu...

São Paulo – A Canonical, desenvolvedora do Ubuntu, bateu recordes de arrecadação no site de crowdfunding Indiegogo, mas sua meta para a produção do smartphone Ubuntu Edge não foi alcançada e a empresa cancelou o lançamento.

A meta da campanha era atingir um financiamento de US$ 32 milhões, no entanto a empresa obteve pouco mais de US$ 12 milhões em 30 dias. 

Todas as pessoas que apoiaram e financiaram o projeto irão receber o dinheiro investido de volta em até cinco dias úteis, segundo informou o CTO da Canonical, Mark Shuttleworth. 

“E assim se encerra este mês louco. Atingimos recordes e levamos nossa história para todo o mundo. Nossa corajosa campanha para criar um novo e visionário dispositivo não foi bem sucedida, mas podemos tirar muitas coisas boas dessa situação”, disse Shuttleworth em comunicado. 

Segundo o executivo, apesar do cancelamento do Ubuntu Edge, os consumidores ainda poderão utilizar smartphones com o sistema operacional da empresa. 

“O grande vencedor nesta campanha é o Ubuntu. Embora gostaríamos de produzir o Edge e mostrar ao mundo o sistema em um ótimo dispositivo, o apoio e atenção que recebeu será importante quando outros smartphones com Ubuntu forem lançados em 2014”, disse o CTO.

Na semana passada, o Ubuntu Edge bateu o recorde de arrecadação em sites de crowdfunding ao atingir US$ 10 milhões em investimentos. Mas naquele momento a empresa já tinha pouco tempo para atingir seu objetivo. 

Se lançado, o Ubuntu Edge viria com tela sensível ao toque de 4,5 polegadas (com resolução de 1280 x 720 pixels) e câmera 8 megapixels.