Uber vai validar informações de usuários com Serasa

Não adicionou o cartão de crédito no app? Agora, a Uber pode saber mais sobre você, mesmo que pague em dinheiro

São Paulo – A Uber agora conta com uma ferramenta digital, desenvolvida junto com a Serasa Experian, para validar informações de usuários que não adicionam cartões de crédito ao aplicativo de transporte individual. O recurso é chamado U-Check e foi desenvolvido no Centro de Desenvolvimento Tecnológico (Tech Center), em São Paulo. O time conta com engenheiros da Uber na capital paulista e na sede, em São Francisco, nos Estados Unidos.

A verificações de informações acontece junto ao banco de dados da Serasa Experian, com base no número do CPF. A medida, que visa a segurança de motoristas e passageiros, pode evitar a criação de perfis com dados falsos.

A Uber informa que o U-Check abre possibilidades de outros tipos de verificação no futuro e essa tecnologia, criada no Brasil, poderá ser aplicada em outros países onde a empresa atua.

O Tech Center da Uber tem 150 funcionários multidisciplinares e receberá 250 milhões de reais de investimento ao longo dos próximos anos para se desenvolver.

A medida junto a Serasa Experian não é a primeira que a Uber toma em prol da segurança dos usuários dos seus aplicativos para smartphone, que conectam passageiros a motoristas. A empresa também se aliou ao Serpro (Serviço de Processamento de Dados)  para ter verificação de dados cadastrais em tempo real, de modo a estar ciente sobre eventuais alterações sobre seus motoristas. Com isso, a empresa pode saber, por exemplo, a situação do licenciamento do veículo cadastrado e a da CNH do condutor.