Twitter deleta tuítes que copiaram piada criada por escritora

As contas em questão haviam apenas copiado e colado a piada de Olga, sem dar retuíte na autora

Talvez você ache normal copiar tuítes de outra conta do Twitter e repassá-los adiante, mas, aparentemente, nem todos pensam assim. Uma escritora freelancer chamada Olga Lexell, de Los Angeles, não gostou de ver uma piada sua reproduzida em diversos perfis na rede social e pediu ao Twitter que excluísse as postagens. E foi exatamente o que a empresa fez.

As contas em questão haviam apenas copiado e colado a piada de Olga, sem dar retuíte na autora. Depois de seu pedido ao Twitter, as mensagens foram excluídas das contas que a copiaram. No lugar do tuíte copiado, é possível ler a seguinte mensagem: “Este tuíte de @crazyaction14 foi retido em resposta a uma denúncia do detentor dos direitos autorais”.

Em um tuíte postado no sábado, Olga confirmou ter preenchido uma denúncia para que os tuítes fossem removidos. “Eu simplesmente expliquei ao Twitter que, como escritora freelance, eu ganho a vida escrevendo piadas (e eu uso alguns dos meus tuítes para testar piadas). Eu, então, expliquei que, como tal, as piadas são minha propriedade intelectual, e que os utilizadores em questão não possuem minha permissão para repassá-las sem me dar crédito”.

Segundo o site de tecnologia The Verge, ela também disse que a maioria das contas que reutilizaram seus tuítes sem dar os créditos era “contas de spam que repostam toneladas de piadas de outras pessoas todos os dias”.

Não está claro se o Twitter irá banir a cópia de tuítes em qualquer situação. Talvez a rede social não tivesse excluído as postagens se a piada não fosse de uma escritora que as escreve como forma de se sustentar.

Mas, caso você veja algum tuíte original sendo repassado sem sua autorização, o link para notificar o Twitter e pedir a remoção das cópias é este aqui.

Fontes: The Verge e Business Insider.