Twitter adia sistema de criptografia para mensagens diretas

A notícia surpreende pelo fato de o Twitter ter sido uma das poucas empresas de internet a ir contra o PRISM, o sistema de vigilância dos EUA

Um projeto do Twitter para criptografar as mensagens diretas (DMs) trocadas por seus usuários foi deixado de lado no começo deste ano. A informação foi dada ao The Verge por fontes ligadas ao assunto, que afirmaram que o desenvolvimento do sistema foi adiado sem muitas explicações, “confundindo os empregados que estavam trabalhando nele”.

A notícia surpreende pelo fato de o Twitter ter sido uma das poucas empresas de internet a ir contra o PRISM, o sistema de vigilância (ou espionagem) norte-americano revelado por Edward Snowden no ano passado. A rede social se recusou a entregar os dados de seus usuários ao governo, nas palavras do jornal The New York Times, ao contrário do que fizeram Google e Facebook, por exemplo.

Mas apesar dessa recusa em colaborar, outros documentos vazados por Snowden mostravam que a NSA coletava dados dos internautas mesmo sem a permissão das companhias. Por isso, um sistema de criptografia para as DMs, canal teoricamente privado de comunicação seria uma solução interessante: mesmo que conseguissem interceptar os dados, os agentes teriam bem mais trabalho tentando decifrar o conteúdo codificado.

Segundo o Verge, o Twitter não quis comentar a manobra, mas é possível que o projeto tenha sido deixado de lado simplesmente por uma lista de tarefas “muito cheia”. As mudanças no sistema de mensagens vêm acontecendo desde antes da abertura de capital (IPO), como aponta a notícia, então uma sobrecarga é algo plausível.

No entanto, não dá para dizer que a rede de microblogs não preza pela segurança dos dados dos internautas. Como bem lembra o Verge, o site criptografa os e-mails que envia aos usuários, impede o acesso de terceiros a informações antigas e tem boa reputação na Electronic Frontier Foundation, organização não governamental que defende os direitos na web. Assim, apesar da demora, é de se esperar que a criptografia ainda chegue ao sistema de DMs.