TV e redes sociais batem recordes de audiência na Copa

A Copa 2014 é o evento mais comentado da história tanto no Facebook como no Twitter. Na TV brasileira, é a Copa com maior audiência até hoje

São Paulo — A seleção brasileira tem tido altos e baixos nesta Copa do Mundo. Mas as redes sociais e os canais de TV que transmitem os jogos têm muito o que festejar.

Tanto no Facebook como no Twitter, a Copa 2014 é o evento mais comentado da história. Na TV aberta brasileira, a audiência cresceu 29% entre a Copa de 2010 e esta. Na TV paga, a audiência média por jogo triplicou. Vejamos alguns detalhes de cada tipo de mídia:

Facebook

O Facebook registrou 1 bilhão de interações entre usuários desde o início da Copa do Mundo. É a primeira vez que essa marca é atingida, o que torna a Copa o evento mais popular em toda a história da rede social.

Nessa conta, o Facebook inclui publicações de usuários, curtidas e comentários. Só o jogo entre Brasil e Chile, no dia 28, levou 31 milhões de pessoas a realizarem 75 milhões de interações desse tipo.

No Brasil, o país com mais atividade na rede durante o jogo, 11 milhões de pessoas interagiram 30 milhões de vezes no Facebook. O segundo país onde houve mais atividade foi Estados Unidos, o que é mais uma evidência de que o futebol vem crescendo em popularidade lá.

Twitter

A Copa ainda não terminou, mas o Twitter já prevê que ela será o evento mais tuitado da história, superando as Olimpíadas de 2010. Só na primeira fase, foram 300 milhões de tuítes sobre a Copa.

O Twitter vem registrando uma sucessão de picos de audiência no mundial. O recorde, até agora, é da partida entre Brasil e Chile, que terminou com a vitória da seleção brasileira na decisão por pênaltis.

Foram 16,3 milhões de tuítes durante o jogo. O último pênalti perdido pela seleção chilena gerou 389 mil mensagens em apenas um minuto, segundo o Twitter.

Todas as 32 seleções que participam do torneio têm contas oficiais no Twitter, assim como a maioria dos jogadores. O português Cristiano Ronaldo lidera o grupo com 28 milhões de seguidores. O brasileiro Neymar vem em seguida com 12 milhões. O inglês Wayne Rooney fica em terceiro com 9 milhões de seguidores.

TV aberta

Na TV aberta, Globo e Band – que detêm os direitos de transmissão do mundial – podem comemorar bons resultados. Nas duas primeiras rodadas da Copa, a média de audiência da Globo foi de 19,9 milhões de telespectadores por jogo. 

Isso é suficiente para lotar 252 Maracanãs (a capacidade do estádio carioca é 78.838 pessoas). Essa audiência por partida é 29% maior que a da Copa de 2010, de 15,4 milhões de espectadores.

A audiência da Band cresceu 18% da Copa de 2010 para esta. Foi de 2,2 para 2,6 milhões de espectadores por partida. Os números são do Ibope (a empresa não divulga esses dados, mas eles foram publicados por sites como Notícias da TV e Máquina do Esporte). 

Considerando apenas os jogos do Brasil, porém, a audiência deste ano é menor que a de 2010. Na Band, por exemplo, o jogo de estreia do Brasil na Copa de 2010, contra a Coreia do Sul, foi visto por 5,4 milhões de pessoas. Neste ano, a partida inicial, contra a Croácia, teve 4,5 milhões de espectadores na emissora. 

Uma provável razão para isso é que agora há mais gente vendo a Copa na TV paga, o que tira espectadores da TV aberta. Outra possível razão é que a realização do mundial no Brasil estimula mais gente a ver os jogos coletivamente, o que reduz o número de televisores sintonizados neles.

Mas o fato de o mundial se realizar aqui também parece ter aumentado o interesse pelos jogos de outras seleções, elevando a audiência geral da Copa. 

TV paga

Na TV Paga, a audiência triplicou nesta Copa em comparação com a de 2010, segundo números do Ibope divulgados pela Folha de S. Paulo e por outros noticiários. Há várias razões para isso: nos últimos quatro anos, a base de assinantes aumentou e os canais de esportes se fortaleceram.

Além disso, o horário dos jogos está mais amigável neste ano. Na Copa de 2010, muitas partidas aconteciam de manhã no horário brasileiro, quando a audiência tende a ser mais baixa do que à tarde.

SporTV, ESPN, Fox Sports e BandSports vêm transmitindo os jogos. Do dia 12 ao dia 25 de junho, a média de audiência por partida, considerando os quatro canais, foi 2,5 milhões de espectadores.