TV 4K Sony XBR-65X905A

logo-infolab

Avaliação de Airton Lopes/ Disponíveis até pouco tempo apenas em TVs de 84 e 85 polegadas, as telas com resolução 4K começam a aparecer em TVs um pouco menores, como nesta Sony de 65 polegadas. Sua imagem tem contraste, nitidez e cores exuberantes. Não é preciso usar óculos 3D para sentir a sensação de profundidade no conteúdo produzido em 4K. O problema é encontrar vídeos com essas características.

O aparelho adapta o sinal de TV e de títulos em Blu-ray e DVD para a tela 4K, mas o resultado não é o mesmo. Até com vídeos em full HD, dá para perceber que há uma perda de definição, principalmente em cenas de movimento. O sistema de som desta TV da Sony também é superlativo. Ele é formado por dois canais com falantes nas laterais da tela e dois subwoofers na traseira. O arranjo soma 65 watts de potência, a mais alta entre as TVs avaliadas pelo INFOlab.

Avaliação de Lucas Agrela / A Sony XBR-65X905A é uma TV para quem quer ter uma experiência imersiva ao sentar para assistir um filme. Com resolução 4K (3.840 por 2.160 pixels) e um sistema de som diferenciado, o aparelho oferece uma ótima qualidade de imagens, especialmente se o conteúdo estiver em Ultra HD, e, mesmo com volume alto, o som não fica distorcido.

Uma das vantagens do aparelho é que ele oferece diversas opções de controle de cores e áudio no menu. Isso permite criar a sua própria experiência televisiva. Além disso, os quase 8 milhões de pixels oferecem uma ótima definição de cores e riqueza de detalhes nas imagens.

Quando as imagens não estão em 4K, o que acontece na maioria das vezes, a televisão usa uma tecnologia chamada upscaling para aumentar a qualidade do sinal de vídeo. O resultado é uma resolução superior ao de uma experiência Full HD, mas ainda assim fica um pouco distante do Ultra HD real. O televisor também tem tecnologia 3D passiva e vem com quatro óculos.

O design do produto é arrojado, com caixas de som diferentes posicionadas nas laterais. Lá, há uma tecnologia de áudio exclusiva da Sony, a mesma presente nos home theaters da empresa. Um fluído magnético substitui um preenchimento entre o diafragma e a bobina da caixa de som. Esse campo magnético aumenta a rigidez deste fluído, impedindo vibrações que distorçam o áudio. Isso, teoricamente, também reduz o consumo energético.

Foto por: Divulgação

A Sony XBR-65X905A tem um sistema bastante completo, com diversas configurações de personalização, bem como uma ampla gama de aplicativos, entre eles canais internacionais transmitidos via web, jogos e os tradicionais: Facebook, Twitter, Netflix e YouTube. Contudo, um refinamento visual na interface do televisor seria bem-vindo.

O multitarefa da TV também é ótimo. É possível rodar um aplicativo de redes sociais e assistir a um canal ao mesmo tempo, como na maioria dos aparelhos smart de tela grande. A diferença aparece quando o assunto é videogame: essa televisão permite que você jogue em PlayStation 3 e assista a algum canal ao mesmo tempo. Isso acontece porque o aparelho lê separadamente os sinais do HDMI e o de TV. A tela pode ficar dividida igualmente ou um ícone pode ficar maior que o outro.

Quanto à conectividade, um recurso interessante é que essa TV tem uma ativação do compartilhamento de imagens via Miracast por NFC. Ou seja, em um smartphone como o Xperia Z1, é possível apenas aproximar o dispositivo do controle remoto e a transmissão de vídeo começa. O INFOlab, no entanto, enfrentou alguns problemas de compatibilidade quando usou um smartphone de outra marca, no caso um HTC One. Fora isso, a XBR-65X905A tem 4 entradas HDMI, 3 USB, 1 vídeo componente e 1 composto.

O aparelho da Sony tem boa qualidade no geral, mas sofre do mesmo problema das demais TVs 4K: o preço surreal. Isso se deve ainda à baixa demanda de consumo, bem como à restrita oferta de conteúdos com essa resolução. No mercado atualmente, no entanto, ela apresenta um bom custo-benefício em relação às concorrentes, devido à sua resolução 4K, fidelidade de cores, tamanho da tela e boa qualidade de som.

 

 

Ficha técnica

Tela 65 polegadas
Resolução 4K, com 3D passivo
Tecnologia LCD com LED
Entradas 3 USB, 4 HMDI
Conexões Miracast, NFC, Wi-Fi, Ethernet, 1 vídeo componente, 1 composto

Avaliação técnica

Prós Ótima qualidade de imagem e som, multitarefa, recursos de personalização de imagem
Contras Imagens de vídeos em 1080p (Blu-ray e arquivos) e em 720p não ficam tão boas como em TVs full HD, consumo de energia elevado, compatibilidade com poucos formatos de vídeo, não tem WiDi (Wireless Display), não reconhece acentos nas legendas;
Conclusão Boa TV 4K com sistema de som diferenciado, recurso de multitarefa eficiente, mas o alto custo pode pode ser empecilho.
Imagem 9,8
Áudio 9,5
Conexões 8,9
Interatividade 8,5
Reprodução de mídia 8,0
Design 8,9
Média 9.1
Preço R$ 16.500