Trocar muitas mensagens no celular pode afastar casais

Segundo estudo americano, a troca excessiva de mensagens de texto via celular, especialmente para discutir a relação, é sinal de que a relação não vai bem

São Paulo – Enviar muitas mensagens de texto via celular para ter conversas sérias sobre o relacionamento, como discutir a relação ou pedir desculpas, pode desconectar ainda mais os casais, em vez de aproximá-los, diz estudo da Universidade Brigham Young, nos Estados Unidos. A pesquisa foi publicada na semana passada no “Journal of Couple and Relationship Therapy”, periódico dedicado à terapia de casais e relacionamentos.

Os pesquisadores Lori Schade e Jonathan Sandberg ouviram 276 jovens adultos em todo o país para descobrir o impacto da constante conexão tecnológica em casais em relacionamentos sérios. Os dois descobriram que, para mulheres, usar mensagens de texto para pedir desculpas, resolver diferenças ou tomar decisões sobre a relação está associado a uma menor qualidade no relacionamento.

Já para os homens, enviar mensagens de texto com frequência de maneira geral está associado a uma menor qualidade no relacionamento. Eles ficam cansados não só de receber muitas mensagens de texto, mas também de enviá-las.

“Nós conjecturamos se isso significa que os homens desconectam e substituem conversas que deveriam ser feitas pessoalmente com mais mensagens. Talvez eles enviem mais mensagens de texto quando já estão saindo da relação, uma vez que essa é uma forma mais segura de comunicação”, diz Schade.

Os participantes do estudo não estavam saindo casualmente: 38% estavam em um relacionamento sério, 46% estavam noivos e 16% estavam casados. Eles tiveram que responder a questões sobre o uso de tecnologia no relacionamento. A pesquisa mostrou que 82% dos participantes trocavam mensagens de texto com seu parceiro várias vezes por dia, e não apenas para mandar recados afetuosos ou resolver questões práticas, como onde almoçar.

Segundo a pesquisa, muitos dos participantes usam as mensagens de texto para o que os estudiosos chamam de “manutenção do relacionamento”, isto é, falar o mesmo idioma na relação. “A reação ao desapontamento e os testes de realidade ocorrem mais rapidamente no contato face a face”, disse Sandberg. “Há uma estreiteza nas mensagens que não permite que a pessoa perceba as nuances de alguém que ela precisa ver”, completa.

Por outro lado, mensagens de texto carinhosas beneficiam tanto homens quanto mulheres. Mandar mensagens amorosas foi mais fortemente relacionado à satisfação no relacionamento do que recebê-las.