Toyota planeja estimular vendas no Brasil e no México

Detroit - A Toyota disse nesta quarta-feira que planeja novos estímulos para aumentar sua participação de mercado na América Latina, acrescentando que está abaixo...

Detroit – A Toyota disse nesta quarta-feira que planeja novos estímulos para aumentar sua participação de mercado na América Latina, acrescentando que está abaixo de sua capacidade no Brasil e no México.

Mark Hogan, ex-presidente da Magna International e ex-executivo da General Motors, que se tornou o primeiro americano a integrar a diretoria da Toyota no dia 1º de junho, disse a repórteres que a Toyota precisa ampliar sua participação nos dois países.

“A Toyota é uma marca extremamente forte no Brasil, mas está abaixo de sua capacidade no mercado”, disse Hogan a repórteres em um evento de imprensa da Toyota.

“Nós temos apenas 5% de participação de mercado. Deveria ser mais alto”, disse ele.

“O Brasil é um mercado importante para a Toyota”, acrescentou Hogan, que disse que uma de suas atribuições como novo membro da diretoria é ampliar a base de operações na América Latina.

A Toyota precisa de mais capacidade de produção no Brasil, assim como no México, disse Hogan.

“Também precisamos de um a nova entrada de um produto de nível no Brasil”, acrescentou.

A Toyota ainda está construindo sua terceira montadora no Brasil.

Mark Hogan também afirmou que a empresa precisa de mais capacidade no México, onde a participação também é de 5% do mercado.