TIM busca parcerias para vender banda larga ultrarrápida

A meta da empresa é atingir mais de um milhão de clientes em cinco anos somente em São Paulo e Rio de Janeiro

São Paulo – A TIM anunciou ontem que está recrutando parceiros para a venda dos serviços de banda larga ultrarrápida da TIM Fiber, unidade de negócios do grupo criada à partir da aquisição da AES Atimus.

O anúncio acontece somente três meses após a compra da AES Atimus e seus 5,5 mil quilômetros de rede ótica espalhados em 21 cidades das regiões metropolitanas do Rio de Janeiro e de São Paulo, além de uma carteira de cerca de meio milhão de clientes corporativos e oito milhões de residências.

Fixo e móvel

Com a nova rede óptica, a TIM espera comercializar pacotes de Internet fixa de até 100 Mbps. A meta da empresa é atingir mais de um milhão de clientes em cinco anos somente em São Paulo e Rio de Janeiro.

A telefonia móvel da TIM também deve se beneficiar da nova infraestrutura. A operadora trabalha para integrar o backhaul à essa rede e proporcionar aos clientes velocidades superiores a 21 Mbps.

Captação

A operadora quer repetir o modelo porta-a-porta, utilizado na venda do serviço residencial da Intelig, empresa também incorporada pela TIM, em 2009. Para isso, programou dois eventos de captação de parceiros, um nesta terça-feira, no Rio de Janeiro, e o outro em São Paulo, dia 15 de fevereiro. Nesses encontros, a empresa apresentará o modelo de negócios da TIM Fiber.