Telegram acusa Apple de bloquear atualizações do seu app

Usuários não têm acesso a novos recursos em iPhones com o iOS 11.4

São Paulo – Pavel Durov, CEO do aplicativo Telegram, acusa a Apple de bloquear as atualizações do seu aplicativo na App Store do iPhone e do iPad em países onde isso não deveria acontecer.

Banido da Rússia por não oferecer acesso a dados de conversas de usuários às autoridades, o aplicativo teve as atualizações suspensas no país, a pedido do governo. O banimento do aplicativo não surtiu o efeito esperado a princípio, e, por isso, o bloqueio dos updates foi solicitado.

“A Apple impede o Telegram de atualizar o app do iOS globalmente desde que as autoridades russas pediram à empresa para remover o aplicativo da App Store”, diz Durov.

Como consequência da medida da Apple, usuários relatam não conseguir usar novos recursos lançados pelo Telegram na última semana, como as figurinhas animadas chamadas Stickers, mesmo estando com a versão 11.4 do iOS, sistema dos iPhones e iPads.

Com 7% de sua base de usuários no país, a Rússia não está entre os principais mercados do Telegram, mas a medida do governo afeta os usuários de outros mercados. Durov se desculpou publicamente com os usuários e disse que continuará tentando resolver o problema junto à Apple.

Com o bloqueio de updates, o Telegram sequer conseguiu cumprir apropriadamente os requerimentos da lei de proteção de dados pessoais da Europa, conhecida pela sigla em inglês GDPR, o que pode gerar multas para a empresa.