TDK-ST800

logo-infolab

Avaliação de Airton Lopes / O modelo agradou nos testes pelo som muito bem equilibrado e o destaque para detalhes sutis das músicas. Essas virtudes ficam mais evidentes com o equalizador, posicionado no cabo,desligado. Quando o recurso está ativado, ele proporciona ganho de volume ajustável pelo anel na concha esquerda, porém há perda de definição. O visual retrô é atraente, mas o porte avantajado desencoraja o uso deste fone fora de casa, além de cansar o pescoço.

Avaliação de Lucas Massao / Com design over-the-ear (concha), o TDK ST-800 tem como principal ponto forte a alta qualidade de áudio aliada a um visual retro.

Som

Obviamente a qualidade do som é um dos pontos principais a serem analisados em um fone de ouvido. Nesse quesito o TDK ST-800 não decepciona. O som é equilibrado e os graves, médios e agudos ocupam seus respectivos espaços.

O nível de detalhamento do som merece destaque. Ele chega ao ponto em que foi possível perceber as pausas para respirar dos cantores ou o sibilar das cordas de uma guitarra. 

A presença de um adaptador P10 é agradável. Com ele é possível conectar o fone a pickups de DJ e instrumentos musicais.

O único problema que notamos no som foi um volume relativamente baixo. Mas ele pode ser corrigido com o equalizador. Localizado no meio do cabo do fone, o aparelho possibilita o ajuste do baixo e do agudo (os níveis variam entre -4 e +4 para cada um). Infelizmente o seu uso causa uma leve perda de fidelidade e o surgimento de algumas distorções no som. Outro ponto negativo é o fato do equalizador usar duas pilhas AAA. Mesmo sem um uso intensivo, elas não aguentaram por mais de uma semana. Porém utilizar o equalizador adiciona mais algumas funções práticas interessantes como: ajustar o volume através do anel na concha esquerda e ativar o “mudo” apertando um botão na mesma concha.

O isolamento acústico do fone também merece destaque.  Mesmo com o volume baixo, quase não percebemos algum ruído externo. O caminho contrário é igualmente suave, quase nenhum som  que o usuário está ouvindo acaba vazando para o ambiente externo.

Conexões e usabilidade

O fone utiliza um conector P2 de dois contatos, isso elimina as confusões causadas por aparelhos que utilizam P2 de três contatos. Por outro lado, os controles de ajuste de volume ficam dependentes das pilhas AA que alimentam o estabilizador.

Medindo 19 por 17 por 8,5 cm, o fone tem o fio revestido por uma malha e conchas recobertas por  couro marrom e costuras brancas.  A armação de metal que mantém o conjunto não é nada flexível e torna a utilização do fone em viagens ou no transporte público  algo muito questionável.

Vídeo

http://videos.abril.com.br/info/id/186906db497e68e24fcb87d0c0cfab2b

Ficha técnica

Formato Concha (over-the-ear)
Conexão P2
Cabo 1,22m (fixo) 1,75m (com extensor P2-P2)
Sensibilidade 104 dB/mW
Resposta de Frequência 20-20.000 Hz
Peso 375g

Avaliação técnica

Prós Qualidade de áudio, isolamento acústico, visual retrô, controle de volume na concha, vem com extensor P2 e adaptador P10.
Contras Controles dependem de duas pilhas AA, não funciona como headset.
Conclusão Mesmo com a ótima qualidade de áudio, o fone não é recomendado para uso em viagens ou na rua. A presença de um headset seria um diferencial positivo.
Áudio 8,7
Redução de ruído e isolamento 7,9
Conexão 8
Design 8,3
Média 8.4
Preço R$ 499