Sucessor do Blu-ray, Archival Disc poderá guardar até 1 TB

Novo formato desenvolvido pela Sony e pela Panasonic deve ser herdeiro do mercado de discos de armazenamento

São Paulo – A Sony e a Panasonic anunciaram hoje um novo formato de disco para armazenamento de dados: o Archival Disc. Apesar do nome chato de ser pronunciado, ele deve ser o padrão no futuro e substituir o Blu-ray.

De acordo com um release das empresas, o Archival Disc será capaz de armazenar até um 1 TB de informação. Um Archival Disc seria capaz, portanto, de armazenar os dados de 20 discos Blu-ray ou de quase 1 500 CDs.

O primeiro lançamento, no entanto, não será explorando a capacidade de 1TB. Em 2015, as empresas colocarão no mercado uma primeira versão do Archival Disc com capacidade de 300 GB.

Posteriormente elas lançarão um disco com 500 GB de capacidade e depois com 1 TB. O cronograma não foi divulgado com as datas dessas versões.

De acordo com o comunicado, discos ópticos são uma boa alternativa para armazenamento em longo prazo. Leitores novos costumam ser capazes de ler discos de versões antigas (assim como um leitor de BluRay ainda lê um CD antigo). Isso transformaria os discos em boas opções de armazenamento para informações profissionais. Além disso, os Archival Discs seriam resistentes a poeira, água e mudanças de temperatura e umidade.

Para a leitura dos Archival Discs, será preciso uma nova tecnologia. Assim como aconteceu nos outros pulos de gerações, dispositivos ópticos precisarão ser comprados para leitura e gravação dos novos discos.

O disco deve ser importante para armazenar vídeos em qualidade 4K (equivalente a quatro vezes o Full HD), por serem muito mais pesados.