Sony Xperia T2 Ultra Dual

logo-infolab

O Sony Xperia T2 Ultra Dual é um smartphone que busca atender a todos os gostos e, para isso, oferece uma série de características vistas nos produtos topo de linha e também nos de entrada, apesar de ser um produto da categoria intermediária. Um exemplo disso é a tela grande de seis polegadas (720p), aliada ao design semelhante ao dos celulares mais caros da Sony. O Dual de seu nome refere-se ao suporte para dois chips, um recurso que normalmente é encontrado em aparelhos de baixo-custo no Brasil.

O gadget da Sony chegou ao mercado com preço sugerido de 1.300 reais. No cenário de smartphones do mercado nacional, o T2 Ultra Dual compete diretamente com aparelhos com tela grande com configuração intermediária vendidos na mesma faixa de preço. Alguns exemplos são o Samsung Galaxy Mega, o Lumia 1320 e, de certa forma, o Moto X, apesar deste último ser o topo de linha da marca até o momento.

Design

A tela do Xperia T2 conta com tecnologia Triluminos e tem resolução HD (720 por 1280p) com 244 pixels por polegada. Na prática, ela tem ótima qualidade para visualizar filmes, imagens, ler e jogar — que é, essencialmente, tudo que você faz com um produto como este.  

Em contrapartida, esse display com tamanho fora do comum torna o smartphone demasiadamente grande. Os entusiastas do termo podem chamá-lo de phablet, algo não tão pequeno como um smartphone, mas não tão grande quanto um tablet. Apesar da fabricante oferecer sinal de TV digital no Xperia E1, Z1 e Z2, o T2 Ultra Dual não conta com esse recurso. O motivo possivelmente é a contenção de componentes para reduzir o custo do produto para o consumidor.

O design segue o padrão da linha Xperia, visual retangular com pontar proeminentes, mas o T2 é um tanto mais comprido do que o Z2, que era o maior gadget da Sony até pouco tempo atrás. Outra diferença é que sua construção é, predominantemente, em plástico. O aparelho é praticamente inviável de ser operado com apenas uma das mãos — e possivelmente essa era a intenção da fabricante, criar um tablet de bolso. Caso seja necessário manuseá-lo com uma mão, há um recurso de adaptação do teclado que permite a digitação apenas com um dos polegares.

Configuração

A configuração do T2 Ultra Dual é intermediária. Pode-se dizer que o gadget é um Moto G com tela grande e suporte para dois chips. Seu processador é um Qualcomm Snapdragon 400 de 1,4 GHz quad core, há 1GB de memória RAM, 8GB de armazenamento (com 4,3GB livres), entrada para microSD de até 32GB, processador gráfico Adreno 305, Bluetooth 4.0, 3,5G, Wi-Fi a/b/g/n, GPS com A-GPS e GLONASS.O suporte para a rede 4G brasileira é algo que faz falta nesse produto.

O smartphone da Sony não apresentou travamentos de nenhum tipo durante o uso para atividades corriqueiras, como navegação na web e nas redes sociais. Em jogos, o produto também se sai bem na maioria dos títulos.

Benchmarks

Quadrant (em pontos) Barras maiores indicam melhor desempenho
Xperia T2 9673
Moto G 4G 8934
AnTuTu (em pontos) Barras maiores indicam melhor desempenho
Xperia T2 19821
Moto G 4G 17328
Vellamo (em pontos) Barras maiores indicam melhor desempenho
Xperia T2 1740
Moto G 4G 1571

Bateria

A otimização da bateria  do T2 é uma das principais vantagens em relação à maioria dos smartphones do mercado. No teste de execução contínua de vídeos com Wi-Fi e Bluetooth ativos, o aparelho aguentou 10h22. Vale notar que a Sony também tem o chamado modo Stamina, que economiza bateria automaticamente quando o aparelho não está em uso, algo bastante interessante para o dia a dia. Essencialmente, mesmo com um uso intenso, dá para sair de casa com o T2 Ultra Dual no bolso às 7h e voltar às 17h ainda com bateria no celular.

Sistema

A personalização da Sony é a mesma em praticamente todos os seus dispositivos móveis lançados no último ano e no caso do T2 praticamente nada muda. A experiência de software é a mesma que encontramos no topo de linha Z2, exceto pelo bônus do aplicativo de GPS Garmin Navigation. Uma ressalva é que a edição do sistema Android é a 4.3 Jelly Bean, atualizável para a edição 4.4.2.

O uso do dual chip é simples: através do menu é possível habilitar ou desabilitar um chip, nomear os cartões SIM e definir um chip para o tráfego de dados de internet. Uma opção interessante é a de configurar um encaminhamento de chamadas para outro chip quando um deles não estiver disponível. Abaixo do teclado numérico para ligações há dois botões de ligação para escolher com qual chip fazer a chamada.

Alguns recursos inseridos na personalização do Android feita pela fabricante favorecem a usabilidade, como a barra de opções da dashboard de aplicativos (acessível com um movimento swype para a direita). Há também uma forma de organização de apps por ordem alfabética. Mas a memória interna do smartphone fica prejudicada com a lista enorme de apps pré-instalados. No entanto, isso não é de todo mal, visto que há aplicativos úteis e caros, confira todos eles abaixo:

What’s New – Uma vitrine de aplicativos e mídias de outras lojas, incluindo a Play, Music Unlimited e a PSN.

Sony Select – Um aplicativo de curadoria mais focado nas ofertas da Play.

Notícias SocialLife – Um amalgama de agregador de redes sociais com leitor de RSS.

Video Unlimited – Loja de filmes e programas de TV (disponível para Japão, EUA, Canadá, Austrália e alguns países europeus)

TrackID – Funciona como o SoundHound: busca a identidade de músicas captadas pelo microfone

Smart Connect – Aplicativo de automação que realiza algumas ações configuráveis de acordo com um contexto. Por exemplo, se os fones de ouvido são conectados, o telefone sai do mudo e o aplicativo de música é iniciado. As ações podem variar desde iniciar um aplicativo até postar no Facebook. Também gerencia periféricos como o Smart Band.

Xperia Care – Aplicativo de suporte, com acesso remoto

TrackID TV – Exatamente a mesma coisa que o TackID, mas para programas  de TV (disponível para Japão, EUA, Canadá, Austrália e alguns países europeus)

PlayStation – Integração com o PS4. Controla o console remotamente, exibe ofertas da PSN, administra contatos e achievements

Xperia Lounge – Aplicativo de promoções da Sony na vida real (ingressos para shows, etc). Também oferece algum conteúdo de mídia (filmes, músicas, etc)

Playstation Mobile – Loja de games mobile para o PS Vita e para o Android. Não está disponível no Brasil, mas é possível mentir sobre sua localização para utiliza-la. Não tem muito conteúdo, mas o que existe é basicamente exclusivo.

Pixlr Express – Excelente aplicativo de edição de imagem da Autodesk. Grátis na Google Play.

File Commander – Aplicativo para visualizar o sistema de arquivos. Grátis na Google Play.

OfficeSuite 7 – Apenas visualiza arquivos Office. É preciso pagar pela versão Pro para editar e criar documentos. Grátis na Play.

Rascunhar – Aplicativo para desenho. Bem simples, mas com uma interface atraente.

Câmera

O sensor do Xperia T2 captura fotos em resolução máxima de 13 MP (4128 x 3096) em proporção 4:3 ou 9 MP (3920 x 2204) em proporção 16:9, ou seja, possui boa resolução para smartphones intermediários. Por causa da construção de sua lente, as fotos apresentaram um efeito indesejável de flare no registro ao ar livre em dias ensolarados. 

O software de câmera da Sony agrada por possibilitar um ajuste de foto fácil com o modo automático e também um ajuste manual com diversas opções. O modo automático reconhece os modos de cena como: macro, paisagem, foto em movimento, documento, e pouca luz, em todas essas situações o reconhecimento bom, tornando o uso do modo automático bem agradável. Já no modo manual, é possível ajustar a seleção de cena para: Captura suave, paisagem, retrato noturno, pele macia, antidesfoque de movimento, correção de luz de fundo HDR, cena noturna, esportes, praia, neve, documento, fogos de artifício, entre outros.

Também é possível ajustar o foco por toque, automático ou por detecção de rosto e objetos; ajustar ISO (100, 200, 400, 800, 1600); ativar o HDR, estabilizador de imagem, disparador automático e a detecção de sorrisos. O software ainda conta com modos de fotografia interessantes, como Social Live (compartilha fotos com o Facebook), Timeshift burst (tira 60 fotos em pouco mais de um segundo e permite escolher a melhor), AR effect (efeito de realidade aumentada), Panorama, retrato, fundo desfocado e Evernote (guarda as fotos diretamente na sua conta).

Foto por: INFO

Foto por: INFO

Foto por: INFO

Vale a pena?

A Sony conseguiu construir um smartphone magnânimo, tanto em tamanho de tela quanto em duração de bateria. Além disso, o gadget também possui um bom gerenciamento de dois chips. Ou seja, a fabricante uniu diversos itens importantes para o usuário aliados a uma configuração de hardware intermediária. Portanto, assim como o Lumia 1320 é uma ótima escolha para quem prefere o sistema Windows Phone, o T2 Ultra Dual é uma escolha para quem busca um smartphone com tela grande, sistema Android e que não te deixa na mão por causa de falta de bateria.

Ficha técnica

Sistema Android 4.4.2 (KitKat)
Chipset Qualcomm Snapdragon 400
CPU ARMv7 Cortex-A7 Quad Core 1.4 GHz
GPU Adreno 305
RAM 1GB
Armazenamento 8GB (4,3GB livres) + microSD de até 32GB
Tela 6” HD
Bateria 10h22
Peso 169 g

Avaliação técnica

Prós Tela grande de boa qualidade, ótima duração de bateria, Dual chip, configuração intermediária
Contras Aparelho é pouco ergonômico, Android desatualizado
Conclusão O T2 é uma excelente escolha para quem quer um smartphone com tela grande que não te deixa na mão por causa da bateria
Configuração 8.4
Usabilidade 7.8
Bateria 8.3
Design 7.6
Média 8.1
Preço R$1.300