Novo celular da Sony grava em câmera lenta melhor do que iPhone

A empresa lançou o Xperia XZ Premium e outros três smartphones da linha Xperia durante o evento Mobile World Congress

São Paulo – A Sony abriu o primeiro dia da Mobile World Congress (MWC), a feira de tecnologia com foco em dispositivos móveis, que acontece em Barcelona, Espanha, com o lançamento de quatro celulares. Eles são três modelos intermediários e seu carro-chefe, o Xperia XZ Premium.

Como seu antecessor, o Xperia XZ, a nova versão do aparelho tem design sofisticado. Parte desse visual se deve ao seu corpo de metal e às suas bordas curvas. Além disso, a camada de vidro na traseira e as cores cintilantes (preto e cromado) dão um ar ainda mais bacana ao produto. Resistente, o dispositivo tem certificação IP68, que promete proteção contra água e poeira.

O ponto alto do aparelho fica por conta da sua câmera principal. Ela conta com uma função de câmera lenta que filma em 960 quadros por segundo–32 vezes mais do que a gravação normal. Isso deve possibilitar a gravação de vídeos em câmera ainda mais lenta do que é visto em outros smartphones.

A câmera conta com um sensor de movimento que permite que sejam capturadas quatro imagens um segundo antes de o disparo ser efetuado. A ferramenta é similar ao Live Photos do iPhone — a diferença é que a câmera do aparelho da Apple faz um vídeo de curtíssima duração.

Xperia XZ Premium

Para suportar essas capacidades, a câmera tem um sistema com memória dedicada. Isso significa que as fotos retiradas com a captura preditiva não ocupam o espaço de armazenamento interno do smartphone.

Falando nisso, o aparelho vem com bastante espaço interno (64 GB expansível com cartão microSD de até 256 GB). Sua memória RAM é de 4 GB e seu processador é o Snapdragon 835, da Qualcomm, um dos mais novos do mercado. A tela do dispositivo é de 5,5 polegadas com resolução 4K HDR (2.160 x 3.840 pixels).

O smartphone tem bateria um pouco maior do que a do seu antecessor: 3.230 mAh. Com isso, se espera que ela tenha mais autonomia, já que a bateria de 2.900 mAh do Xperia XZ aguentou apenas quatro horas e meia de uso intenso, segundo testes do INFOlab. O aparelho vem com porta USB-C, que permite carregamento com maior potência, mas a Sony não disse se o carregador será do tipo Fast Charge.

A data para a chegada do Xperia XZ Premium no Brasil e o seu preço ainda não foram divulgados pela marca.

Além do Premium

Durante o evento, a Sony também anunciou dois novos modelos da linha Xperia: o XA1 e o XA1 Ultra. Como o antecessor XA, ambos os aparelhos têm visual sem bordas. A principal diferença entre eles é que a tela do XA1 é de 5 polegadas com resolução HD (720p), enquanto que a do Ultra é uma gigantona de 6 polegadas com resolução Full HD (1080p).

As câmeras principais dos dispositivos possuem o mesmo sensor da câmera do Xperia Z5. São 23 megapixels com abertura de lente f/2,0 e autofoco híbrido. A selfie do XA1 é de 8 megapixels e a do Ultra é de 16 megapixels com estabilizador de imagem e recurso que ilumina a tela para que as imagens fiquem mais nítidas.

Os dois aparelhos têm processador MediaTek Helio P20 de oito núcleos. A memória RAM do XA1 é de 3 GB e o armazenamento interno é de 32 GB expansível com cartão microSD de 256 GB. Maior, o Ultra comporta memória RAM de 4 GB e espaço interno com duas opções: 32 GB e 64 GB, ambos expansíveis com cartão microSD de até 256 GB.

No quesito bateria, o modelo menor tem uma com capacidade de 2.300 mAh e o Ultra tem uma de 2.700 mAh. Os smartphones serão disponibilizados nas cores branca, preta, rosa e dourado. A Sony também não informou o preço e quando os aparelhos chegarão ao Brasil.

Outro smartphone apresentado pela marca é o Xperia XZs. Como o XZ Premium, ele também tem recurso de gravação em câmera lenta e captura preditiva. A diferença principal entre os dois dispositivos é que o XZs tem tela menor, de 5,2 polegadas, com resolução Full HD. O aparelho, no entanto, não deve chegar ao Brasil, segundo a Sony.