Sony está produzindo seu próprio carro elétrico

Companhia japonesa apresentou o projeto durante a Consumer Electronic Show, em Las Vegas

São Paulo – A Sony quer acelerar seus negócios em um futuro próximo. Para fazer isso, a companhia japonesa não vai apostar em smartphones, televisores ou outros produtos já conhecidos de seus consumidores. Em vez disso, a aposta é justamente um carro elétrico.

A companhia japonesa aproveitou a edição 2020 da Consumer Electronic Show (CES), um dos principais eventos do mercado de tecnologia e que ocorre anualmente em Las Vegas, nos Estados Unidos, para anunciar o sedã elétrico Vision-S.

Ainda apresentado como protótipo e sem previsão de chegar ao mercado, o carro tem aparência bastante tecnológica. O painel frontal é totalmente digital e conta com uma central multimídia sensível ao toque e telas que mostram as imagens gravadas por câmeras posicionadas nos espelhos laterais do veículo.

Nas especificações técnicas, o Vision-S, que será fabricado em conjunto com empresas como Bosch, Continental, Genetex, Nvidia e Magna, pode ir de 0 a 100 km/h em 4,8 segundos. Isso porque debaixo do capô há dois motores de 200 kW separados por eixo.

Apesar de não ser autônomo, o veículo traz recursos de inteligência artificial em sua composição. Um conjunto de 33 sensores de detecção de movimento é capaz de identificar pessoas e objetos que estão fora do carro. Isso vai ajudar o condutor a dirigir melhor o automóvel e evitar acidentes.

Criar um carro é uma estratégia ousada, mas previsível por parte da Sony. Nos últimos anos, a gigante japonesa perdeu relevância no mercado de tecnologia para empresas como Samsung e Apple. Em vez de se destacar com produtos para competir contra suas rivais dos Estados Unidos e da Coreia do Sul, a empresa passou a contribuir com componentes para o mercado. O iPhone 11 Pro, por exemplo, utiliza sensores fotográficos produzidos no Japão.