Sony apresenta óculos conectados para concorrer com Glass

Estratégia da japonesa é a de disponibilizar um equipamento mais simples do que o concorrente do Google, e com um ambiente mais amigável para desenvolvedores

São Paulo – A Sony anunciou nesta sexta-feira, 19, sua própria versão de óculos inteligentes para concorrer com o Google Glass.

Ainda em fase de protótipo, o SmartEyeglass tem como princípio a projeção de imagens na lente com técnica de realidade aumentada e o auxílio de um smartphone Android (acima da versão 4.1) para delegar a carga do processamento, que é enviado através de Bluetooth.

A estratégia da japonesa é a de disponibilizar um equipamento mais simples do que o concorrente do Google, e com um ambiente mais amigável para desenvolvedores: a empresa já libera nesta sexta-feira, 19, o kit para desenvolvimento de apps para smartphones para serem utilizados com o SmartEyeglass.

A intenção é colocar o protótipo à venda ao final de março de 2015, liberando para comercialização uma versão final para consumidores em seguida.

O dispositivo se assemelha aos óculos 3D comuns em cinemas e em TVs compatíveis, o que significa que ele é maior do que um par de óculos comum.

O SmartEyeglass é ligado por um cabo a uma espécie de controle que traz microfone, bateria e um sensor de toque para que o usuário possa comandar a interface.

O dispositivo tem ainda câmera de 3 megapixels (capaz de gravar vídeos em VGA), acelerômetro, giroscópio, bússola eletrônica e sensor de luminosidade. Apenas os óculos pesam 77g, com 44g adicionais para o controle.

A Sony promete grande duração de bateria (de capacidade não revelada) até por conta da lente, que impõe imagens monocromáticas (em verde) no recurso de realidade aumentada.

A companhia demonstrou aplicações como Localive, para reconhecimento social de rosto; o Cookpad, um assistente para preparo de receitas culinárias; o its-mo Navi, para navegação de pedestres; e o Glassthon, app para corridas e caminhadas.