Site permite contratar serviços de hackers

O site Hacker´s List permite que internautas busquem hackers para diversos trabalhos, como a invasão de contas de namorados no Facebook

O site Hacker’s List permite que internautas anunciem trabalhos e estabeleçam valores mínimos e máximos a serem pagos por serviços prestados por hackers.

Quem tiver o conhecimento necessário para dar conta da tarefa a ser contratada se coloca à disposição do cliente virtual – mas também precisa lidar com a concorrência, já que vários podem se oferecer para fazer o trabalho, cobrando menos que o anunciado.

Os trabalhos solicitados pelos internautas no Hacker’s List são variados. Muitas pessoas pedem por serviços de violação de privacidade, como invasão de contas de namorados no Facebook por ciúme ao custo de até 500 dólares, ou então querem se livrar dos pontos de infrações de trânsito de suas habilitações.

Há algumas semanas, o site contava com mais de 500 pedidos e foi bem avaliado pelo Hacker For Hire, uma página que faz reviews de serviços de contratação de hackers.

Outro caso registrado no Hackers’ List é o de uma mulher que disse ter conhecido um homem em um bar e que foi perseguida e atacada por ele enquanto voltava para casa. No passado, o indivíduo já havia sido preso pelo mesmo crime e em seguida liberado. Por isso, a internauta pedia que hackers acessassem suas contas na web e oferecia entre 200 e 300 dólares pelo serviço.

Normalmente, os hackers afirmam que podem fazer o trabalho de forma rápida e fácil, não importa qual seja o tipo de tarefa.

Os fundadores do Hacker’s List, no entanto, afirmam que eles não têm qualquer responsabilidade legal, porque não endossam nem toleram atividades ilegais, segundo o jornal The New York Times.

O site oferece a pessoas sem conhecimentos em programação ou desenvolvimento web a possibilidade de realizar ataques virtuais. A ilegalidade do serviço é difícil de determinar, segundo especialistas consultados pelo NYT, uma vez que muitos internautas postam de outros países suas ofertas de invasões digitais.

O domínio do Hacker’s List está registrado na Nova Zelândia e os três fundadores do site não revelam a identidade.