Site do “New York Times” volta ao ar após ataque

Washington, 27 ago (EFE).- O 'The New York Times' restabeleceu nesta terça-feira seu serviço na internet após várias horas de interrupção devido a um aparente ataque...

Washington, 27 ago (EFE).- O “The New York Times” restabeleceu nesta terça-feira seu serviço na internet após várias horas de interrupção devido a um aparente ataque de um grupo que apoia a Síria, informou o jornal em seu site.

O “NYT” explicou em seu site que o “blecaute” ocorrido nesta tarde foi produto de “um ataque externo” e, segundo o principal encarregado de informação, Marc Frons, foi obra de um grupo conhecido como o “Exército Eletrônico Sírio, ou alguém que tentou arduamente fazer-se passar por eles”.

O site deixou de funcionar depois das 15h locais (16h de Brasília), restabeleceu o serviço, mas foi interrompido novamente quase imediatamente. Três horas depois, Frons disse que o problema estava quase resolvido.

No Twitter vários especialistas assinalavam como possível responsável do ataque o Exército Eletrônico Sírio (SEA, na sigla em inglês), um grupo de hackers que surgiu em maio de 2011 e é partidário do presidente sírio, Bashar al Assad.

O grupo SEA já interrompeu os serviços na internet de meios de comunicação como “Financial Times”, “The Washington Post”, e tentou fazer o mesmo com site da “CNN”, segundo o “New York Times”.