Site de perguntas e respostas Quora chega ao país com versão em português

Criado por ex-chefe de tecnologia do Facebook, Quora chega ao Brasil já com acervo de respostas

São Paulo — O site de perguntas e respostas Quora chega ao Brasil nesta terça-feira (5) com suporte para o idioma português brasileiro. Popular nos Estados Unidos, o site, que também tem apps para Android e iPhone, atrai funcionários do Google, médicos e especialistas de diversas áreas do conhecimento. Personalidades como Barack Obama, Jimmy Wales (fundador da Wikipedia) e Sheryl Sandberg (chefe de operações do Facebook) já responderam a perguntas na plataforma online.

O Quora chega ao país sem ambição de monetização no curto prazo, de acordo com Adam D’Angelo, fundador e CEO da empresa, em entrevista a EXAME. Nos EUA, o negócio é sustentado com exibição de publicidade. O site foi liberado em português em abril deste ano para um pequeno grupo de usuários e, com isso, ele chega agora a todos os brasileiros já com alguns conteúdos disponíveis.

O foco inicial da operação no Brasil é construir uma comunidade de participantes ativos que sejam especialistas. As melhores respostas a perguntas de todo tipo são “recompensadas” com exposição para os demais usuários via resultados de buscas ou newsletters. A própria comunidade vota nas respostas para eleger as melhores.

Logo no primeiro acesso, você é estimulado a escolher uma série de temas de interesse para montar o seu perfil. Ao terminar, você já verá diversas perguntas já respondidas em português. Vale notar que ainda é possível usar o site em inglês, basta alterar o idioma nas configurações da sua conta.

Para que o Quora não se transforme em um ambiente de brincadeiras e perguntas com respostas ofensivas, a empresa americana usa um sistema de machine learning (aprendizagem de máquina) para identificar e remover conteúdos impróprios. No curto prazo, a moderação feita por humanos será realizada na sede, nos EUA, mas há planos de trazer a operação ao Brasil no longo prazo. De olho na expansão internacional, a companhia lançou, no fim de maio deste ano, uma versão da página no idioma hindi.

D’Angelo fundou o Quora em 2009 para criar um ambiente online para compartilhar conhecimento com as pessoas que precisam dele. Antes, o executivo era chefe de tecnologia do Facebook. Ainda que seja um site de perguntas e respostas, o público que responde a perguntas feitas pelos usuários é diferente, por exemplo, do que interage no Reddit. Baseado em Mountain View, na Califórnia, o Quora tem 200 milhões de visitantes únicos mensalmente e está disponível em inglês, francês, alemão, hindi, espanhol, indonésio, japonês, italiano e, agora, português (todos os falantes da língua, não apenas para brasileiros).