Site da Caixa sofre ataque; Citibank também cai

Quedas estão relacionadas aos ataques promovidos pelo Anonymous, na operação batizada de #OpWeeksPayment

São Paulo – O acesso ao site do banco Caixa Econômica Federal (CEF) e do Citibank encontram-se indisponíveis nesta sexta-feira, em mais um dia de ataques contra páginas de instituições financeiras.

A queda do site da CEF e do Citibank tem relação com os recentes ataques promovidos ao longo desta semana, por grupos pertencentes ao coletivo hacker Anonymous, que devem se encerrar nessa sexta-feira com outros bancos menores também passando por instabilidade.

A operação, batizada de #OpWeeksPayment, faz alusão a semana de pagamentos de salários no país. Os grupos afirmam que os ataques seriam protestos contra a corrupção eminente no Brasil e por isso os alvos escolhidos foram os bancos.

Segundo os hackers, cada dia da semana foi dedicado a um banco, que permaneceu com o site instável por um período de 12 horas. Na segunda-feira o alvo foi o banco Itaú, na terça o Bradesco, quarta o Banco do Brasil e ontem o banco HSBC.

Para atingir o objetivo os hackers realizam ataques de negação de serviço (DDoS), quando sobrecarregam os servidores ao emitir simultâneos acessos a um mesmo website. Normalmente neste tipo de ataque não há roubo de dados, mas o serviço fica indisponível.


De acordo com o Procon, os bancos são responsáveis pela segurança das informações. Caso haja algum problema, o cliente deve entrar em contato diretamente com sua agência. Os que tiverem dificuldades em acessar a página do internet banking, também podem contatar o serviço telefônico da instituição financeira ou utilizar os caixas automáticos.

A Info tentou acessar a página da CEF e do Citibank durante a manhã desta sexta-feira, porém desde as 11h o acesso se encontra instável ou indisponível. Em contato com a assessoria de imprensa das instituições, a mesma ainda não retornou até o fechamento desta matéria.

Banco Central do Brasil

Na manhã desta sexta-feira, o site do Banco Central do Brasil (BCB) também ficou fora do ar durante cerca de 30 minutos, desde as 10h.

A ação também foi promovida pelo coletivo Anonymous, como parte da operação #OpWeeksPayment.

Segundo os hackers, o período de instabilidade do BCB foi escolhido por concentrar o pico de acesso à consulta da cotação do Dólar do dia. O site, no entanto, já voltou ao normal.