Serviço de streaming da Amazon terá filmes e séries da Disney

O Amazon Prime Video terá conteúdo licenciado pela empresa do Mickey Mouse em seu catálogo até setembro de 2020

São Paulo – O Amazon Prime Video, serviço de streaming da empresa de Jeff Bezos, será turbinado com conteúdo da Disney. Nesta terça-feira (1), a gigante de Seattle, nos Estados Unidos, anunciou um acordo de licenciamento exclusivo de filmes, séries e diversos outras atrações produzidas da empresa do Mickey Mouse para seu catálogo na América Latina.

O conteúdo será adicionado ao catálogo da plataforma de vídeos de forma gradual e deve permanecer disponível por lá até, pelo menos, setembro de 2020. A partir desta data é provável que o conteúdo migre, então, para o Disney+, o próprio serviço de streaming da Disney. A plataforma deve estrear na América Latina durante o segundo semestre do ano que vem.

A notícia é boa não apenas para os fãs das versões live action de animações clássicas como Rei Leão, A Bela e a Fera e Malévola. Filmes de sucesso de super-heróis como Capitã Marvel e Vingadores: Ultimato também chegam à plataforma, tal como animações da Pixar (entre elas, Toy Story 4).

O acordo também prevê a disponibilização de todas as temporadas de seriados que foram adquiridos pela Disney após a compra da Fox. Nesta seara entram produções como How I Met Your Mother, American Horror Story, The Walking Dead, Grey’s Anatomy, entre outros. As duas últimas, vale lembrar, ainda estão disponíveis no catálogo da Netflix.

Para a empresa de Los Gatos, aliás, a notícia não é boa, já que diferentes seriados e filmes devem ser transmitidos apenas por seus concorrentes. Vale lembrar que, meses atrás, a companhia já havia anunciado que não iria mais contar com as sitcoms Friends e The Office (disponível somente no exterior) em sua programação.

O contra-ataque da companhia de Reed Hastings, porém, veio com a aquisição dos direitos de outra sitcom, Seinfeld. Comprada por valores que superam 500 milhões de dólares, de acordo com fontes ouvidas pelo Los Angeles Times, a produção chega à plataforma em 2021.