Sensor inteligente da Ford quer acabar com os atropelamentos

Conjunto de radar e câmera identifica pedestres até 200 metros à frente do automóvel. A tecnologia será implantada no Ford Fusion europeu neste ano

São Paulo — Um novo sensor desenvolvido pela Ford pretende diminuir ou acabar com os atropelamentos de pedestres. Ele é um conjunto de câmera e radar. Enquanto o motorista dirige, o sensor escaneia até 200 metros à frente do carro.

Caso um pedestre seja reconhecido, o carro emite um alerta ao motorista. Se ele não frear, o carro pode fazer isso de forma autônoma. O dispositivo usa um algoritmo que é capaz de prever a movimentação do pedestre.

A tecnologia, que atua a até 80 km/h, será inaugurada neste ano. Ela será embarcada no Ford Mondeo (nome que o Fusion tem na Europa e na Ásia) que será lançado no continente europeu. 

var galeriaLinkVideo = ‘
//www.youtube.com/embed/pCl5op93E_s?rel=0
‘;