Senado dos EUA define destino do programa da NSA nesta terça-feira

A NSA interrompeu a coleta de dados a partir das 04H01 GMT (01H01 Brasília) desta segunda-feira

O Senado dos Estados Unidos prevê votar na terça-feira o projeto de lei que permite prosseguir com a coleta de dados de telefonemas por parte da Agência de Segurança Nacional (NSA), anunciou nesta segunda o líder da maioria republicana, Mitch McConnell.

A NSA interrompeu a coleta de dados – hora, duração, número e chamadas – a partir das 04h01 GMT (01h01 Brasília) desta segunda-feira, após expirar a lei antiterrorista que previa este dispositivo de segurança. “Temos que trabalhar para consertar isto”, disse McConnell.

O projeto de lei analisado pelo Senado permite restabelecer a coleta legal de dados telefônicos durante seis meses, com a responsabilidade de armazenar estes dados passando depois às operadoras de telefonia.

A reforma, chamada de “Freedom Act”, já foi aprovada pela Câmara de Representantes, com republicanos e democratas unidos no desejo de controlar a coleta de dados por parte da NSA envolvendo os telefonemas de milhões de cidadãos americanos sem qualquer envolvimento com o terrorismo.