Samsung vende mais que Apple, LG, ZTE e Huawei juntas

No primeiro trimestre, os smartphones superam os celulares simples em vendas e a Samsung vendeu mais aparelhos que suas quatro maiores concorrentes somadas

São Paulo — Nas contas da IDC, o mundo já compra mais smartphones do que celulares simples. No primeiro trimestre do ano, 51,6% dos aparelhos vendidos são smartphones, diz a empresa num estudo divulgado ontem. E a ascensão dos aparelhos inteligentes favoreceu a Samsung, que manteve ampla liderança do mercado.

Outro estudo, liberado ontem pela ABI Research, diz que os smartphones são 49% dos aparelhos vendidos. Apesar da pequena discordância nos números, ABI e IDC concordam que a parcela dos smartphones cresce a cada trimestre. Assim, se eles ainda não são maioria (como diz a ABI), vão ser em pouquíssimo tempo.

“Os consumidores querem computadores de bolso. O tempo em que os celulares eram usados basicamente para fazer chamadas de voz e enviar torpedos está rapidamente ficando para trás”, diz Kevin Restivo, analista sênior da IDC, num comunicado da empresa.

“Como resultado, o equilíbrio do mercado de celulares se deslocou em direção aos fabricantes que focaram mais os smartphones”, completa Restivo. A Samsung manteve sua posição de líder disparada entre os fabricantes, com 33% do mercado de smartphones e 28% do de celulares em geral. 

A empresa sul-coreana vendeu mais aparelhos do que seus quatro maiores concorrentes somados. Já a Apple, segunda maior em smartphones, não foi tão bem. Teve crescimento de 6,6% em relação ao mesmo trimestre do ano passado segundo a IDC. É a primeira vez que as vendas do iPhone crescem menos de 10% desde 2009.


A LG voltou à lista dos cinco maiores fabricantes em grande estilo, ocupando a terceira posição em smartphones e a quarta no total de celulares. A empresa sul-coreana tem tido sucesso com aparelhos como o Nexus 4 (feito em parceria com o Google) e o Optimus G.

As vendas de smartphones da LG cresceram 110% em relação ao primeiro trimestre de 2012. As vendas de celulares inteligentes das chinesas Huawei (quarta em smartphones) e ZTE (quinta) também cresceram expressivamente – 94,1% e 49,2% respectivamente. 

Dos grandes fabricantes, quem se saiu pior no trimestre foi a Nokia. Embora mantenha o posto de segunda maior em celulares, a empresa finlandesa já não aparece entre os cinco maiores em smartphones. Suas vendas de celulares caíram 25,1% em relação ao primeiro trimestre de 2012.

Blackberry e HTC também estão fora da lista das cinco maiores, assim como a Sony. Mas a ABI ressalva que a Blackberry teve vendas “respeitáveis” no trimestre. Já a HTC, apesar de ter apresentado aparelhos muito elogiados, teve declínio de 35% em um ano.

Como costuma acontecer todos os anos, o volume de smartphones vendidos no primeiro trimestre foi inferior ao dos últimos três meses de 2012. Mas, quando a comparação é feita com o primeiro trimestre do ano passado, houve crescimento de 41,6% segundo a IDC.

Para a ABI, o crescimento anual das vendas de smartphones foi de 38%, enquanto os celulares mais simples tiveram declínio de 5,2% nas vendas. 


Confira nesta tabela o desempenho dos cinco maiores fabricantes de smartphones no primeiro trimestre, segundo a IDC:

  Milhões de unidades – 1º trim. 2013 Participação no mercado – 1º trim. 2013 Milhões de unidades – 1º trim. 2012 Participação no mercado – 1º trim. 2012 Crescimento anual
Samsung 70,7 32,7% 44,0 28,8% 60,7%
Apple 37,4 17,3% 35,1 23,0% 6,6%
LG 10,3 4,8% 4,9 3,2% 110,2%
Huawei 9,9 4,6% 5,1 3,3% 94,1%
ZTE 9,1 4,2% 6,1 4,0% 49,2%
Outras 78,8 36,4% 57,5 37,7% 37,0%
Total 216 100% 153 100% 41,6%

Nesta outra tabela, os números dos cinco maiores fabricantes de celulares em geral (incluindo smartphones), também segundo a IDC:

  Milhões de unidades – 1º trim. 2013 Participação no mercado – 1º trim. 2013 Milhões de unidades – 1º trim. 2012 Participação no mercado – 1º trim. 2012 Crescimento anual
Samsung 115 27,5% 93,6 23,3% 22,9%
Nokia 61,9 14,8% 82,7 20,6% -25,1%
Apple 37,4 8,9% 35,1 8,7% 6,6%
LG 15,4 3,7% 13,7 3,4% 12,4%
ZTE 13,5 3,2% 16,2 4,0% -16,5%
Outras 175,4 41,9% 161,1 40,0% 8,9%
Total 418,6 100% 402,4 100% 4,0%