Style S40 é um notebook refinado para trabalhar e ostentar

Refinado, este notebook tem potência de sobra para o dia a dia e leveza para o transporte

logo-infolab

São Paulo – – O Samsung Style S40 é um notebook de elite com sistema Windows 10 e design refinado. Com revestimento de metal e plástico, o aparelho é leve, mas não deixa de lado a potência para o entretenimento diário, bem como para o trabalho. Com isso, é de se esperar que ele não seja um produto de baixo custo. Seu preço é de 6.500 reais. Confira nos itens a seguir se ele vale a pena para você.

Design

O S40 tem tela de 12,2 polegadas com resolução WQXGA (2.560 por 1.600 pixels), algo pouco visto no mercado atual. Com isso, ele é ótimo para ver filmes na Netflix ou fazer ajustes em imagens no Photoshop. Em outras palavras, a qualidade das imagens exibidas é ótima. Apesar de ser um tanto reflexiva, o ângulo de visão é amplo, o que significa que você não precisa estar exatamente à frente do notebook para ver o que é exibido.

Em linhas gerais, o design do Samsung S40 impressiona. A parte de trás da tela tem revestimento em metal, enquanto a parte debaixo, onde fica o teclado, também tem alumínio na composição, mas a sensação do toque, bem como o visual indicam que esta parte do produto é feita de plástico, apesar de não ser*.

Com a aposta na elegância, o notebook ficou sem entrada para cartão SD. Quem tem uma câmera DSLR em casa, por exemplo, vai precisar usar outra máquina (ou outro método, como Wi-Fi) para transferir as fotografias. Agora, se você só tira fotos com o smartphone, a ausência dessa entrada não é um problema.

O teclado é bem rente ao corpo do produto, uma medida claramente tomada em prol da finura do notebook. O interessante é que, ainda assim, o teclado é confortável para a digitação de textos, sejam eles longos ou curtos.

O porém é que o teclado não segue o padrão ABNT2, o que quer dizer que a disposição das teclas de acentuação é diferente. Fora isso, também não há uma tecla dedicada para a letra “ç”. Felizmente, é possível fazer uma modificação simples no Windows para utilizar a disposição tradicional de teclas .

Já o trackpad é bacana por contar com um contorno metalizado. A usabilidade dele é como a de qualquer notebook de alta qualidade. Mas o material usado nesse componente faz com o dedo do usuário deslize com facilidade, passando, assim, a sensação de um produto premium.

Em termos de portabilidade, o S40 é ótimo. Ele é fino como uma pasta e pesa pouco mais do que um caderno. Com isso, fica fácil levá-lo na mochila ou na bolsa quando necessário. Ele também é ótimo para ser transportado pelo escritório rumo a uma reunião.

Configuração

O S40 tem configuração potente para o dia a dia, mas ele não chega a ser um notebook de alto desempenho. Isso por conta do processador Intel Core M, que não oferece tanto poder de fogo quanto um Intel Core i5 ou i7. Ele não é um produto fraco, que fique claro. Mas, por dessa configuração de hardware, o S40 não é uma máquina recomendável para tarefas que demandem muito dela, como programar em uma IDE.

O notebook vem para atender outras necessidades e deixa isso claro na elegância de seu design. Ele é excelente para navegar na web, editar planilhas no Excel, criar apresentações no PowerPoint ou redigir e editar textos no Word. É uma pena que ele não venha com o pacote Office de fábrica.

Fora o processador Core M, o S40 conta com 8 GB de memória RAM, placa de vídeo integrada e 256 GB de armazenamento em SSD – que é um disco de estado sólido que permite executar programas e transferir arquivos de forma mais veloz do que em um HD simples.

Os benchmarks mostram que o notebook não tem muita força, mas também não devem deixar o consumidor na mão. Ele é, por exemplo, muito mais potente do que um produto com um processador Intel da linha Pentium, como o Acer Aspire R11.

Bateria

A bateria de um notebook normalmente não dura muito, justamente por conta do tamanho da tela e do alto consumo de energia do processador. Com o desempenho mais contido do Core M, o S40 conseguiu um resultado interessante no teste do INFOlab: 3 horas e 27 minutos reproduzindo vídeos com brilho de tela no máximo. Isso significa que dá para ver três episódios do seriado The Walking Dead ou então o filme Interestelar inteiro – senão mais, caso você escolha reduzir o brilho do display. Vale ressaltar que a previsão de duração de bateria mudou quando passamos a reproduzir vídeos no S40. Ela era de 2h20 para atividades diversas e passou para 3h50 após cinco minutos de reprodução de vídeos. Dessa maneira, fica evidente que a duração da bateria vai depender das atividades que realizar no notebook.

Vale a pena?

O S40 é um produto que vale a pena, apesar do alto custo. Ele tem visual elegante, potência para o cotidiano e uma duração de bateria decente. Fora isso, ele é o mais barato notebook topo de linha do momento, tendo em face os altos valores cobrados pelas concorrentes Apple, Dell e Lenovo nesse segmento.

*Atualização 24/03/2016 – 
A Samsung Brasil contatou EXAME.com para informar que o corpo do produto é todo feito em liga de alumínio, o que diferiu da percepção do INFOlab durante os testes. O texto foi alterado.Ficha técnicaAvaliação técnica

PCMark 7 (em pontos) Barras maiores indicam melhor desempenho
S40 4393
R11 1802
Geekbench (em pontos) Barras maiores indicam melhor desempenho
S40 4647
R11 3022
Processador Intel Core M
Memória RAM 8 GB
GPU Intel HD Graphics 5300
Armazenamento 256 GB
Tela 12,2”(2.560 por 1.600 pixels)
Conexões 2 USB 3.0, 1 miniHDMI
Peso 950 gramas
Prós Bom design, tela de ótima qualidade e leveza
Contras Não tem luz no teclado, nem entrada para cartão SD
Conclusão Notebook indicado para quem realiza tarefas não muito pesadas no dia a dia e não abre mão de um bom visual
Configuração 8.9
Vídeo e áudio 9.0
Usabilidade 8.5
Design 9.0
Bateria 8.0
Média 8.8
Preço R$ 6.499