Samsung planeja novo celular que dobra em formato quadrado

A gigante sul-coreana de smartphones está desenvolvendo um aparelho com uma tela interna de 6,7 polegadas

A Samsung Electronics planeja lançar seu segundo smartphone com tela dobrável no início de 2020, um celular de luxo que pode ser dobrado em um quadrado compacto.

A gigante sul-coreana de smartphones está desenvolvendo um aparelho com uma tela interna de 6,7 polegadas que pode ser dobrada para dentro como uma concha, do tamanho de um bolso, de acordo com pessoas que acompanham o desenvolvimento do produto. A Samsung tenta tornar seu segundo smartphone dobrável mais acessível e mais fino que o Galaxy Fold, disseram. O lançamento do segundo aparelho pode, no entanto, depender do desempenho do Fold após seu breve lançamento, segundo uma das pessoas.

A Samsung está trabalhando com o designer americano Thom Browne em seu próximo celular dobrável, com o objetivo de atrair uma gama mais ampla de consumidores, que incluem os que se preocupam mais com moda, status e luxo do que com as especificações técnicas de um dispositivo. Para os técnicos, a empresa terá como vantagem uma tecnologia de exibição de ponta e o apelo nostálgico de rejuvenescer o antigo modelo flip dobrável, mas que não tinha telas sensíveis ao toque.

A empresa não quis comentar sobre o desenvolvimento de produtos não lançados.

O novo celular dobrável terá uma câmera selfie na parte superior da tela interna, assim como no recém-lançado Samsung Galaxy Note 10, de acordo com uma pessoa que viu o aparelho. Do lado de fora, terá duas câmeras voltadas para a parte de trás quando o telefone estiver aberto ou para a frente quando fechado.

Os dispositivos dobráveis tiveram um começo difícil: a Huawei Technologies teve que adiar o lançamento de seu Mate X; a Royole não conseguiu impressionar especialistas com o FlexPai, e a Samsung enfrentou um problema embaraçoso de design que forçou a empresa a adiar o lançamento do Galaxy Fold. Todas essas empresas – juntamente com as rivais Xiaomi e Oppo, que lançaram teasers até agora – buscam ser as primeiras a estrear o que promete ser o próximo segmento de eletrônicos de consumo de forte crescimento. A promessa da categoria dobrável é combinar a utilidade dos computadores portáteis de tela grande com a facilidade dos celulares menores.

Uma vantagem importante que o dobrável de 6,7 polegadas a ser lançado no ano que vem terá sobre o Fold é que sua forma quando aberta será basicamente a de um smartphone: portanto, o aparelho executará aplicativos Android em seu estado nativo. O Galaxy Fold abre para uma proporção mais quadrada e uma tela maior e, portanto, exige que os aplicativos sejam personalizados ou adaptados para melhor aproveitar todas suas dimensões.