Samsung lança Galaxy Note 9 com foco em videogames e de olho em rivais

Equipado com bateria de maior capacidade e resfriamento acelerado, aparelho foi criado para atrair jogadores de videogames e rejuvenescer as vendas da linha

Seul — A Samsung Electronics lançou nesta quinta-feira o Galaxy Note 9 em Nova York, equipado com bateria de maior capacidade e resfriamento acelerado, na expectativa de atrair jogadores de videogames e rejuvenescer as vendas da linha.

O foco mais voltado aos gamers é uma mudança em relação ao posicionamento anterior da linha Note, mais voltada a executivos, e é uma tentativa do grupo sul-coreano em atrair usuários mais jovens em um momento de fraqueza nas vendas de dispositivos móveis da empresa.

A Samsung divulgou no mês passado o crescimento de lucro trimestral mais fraco em mais de um ano, enquanto rivais como a chinesa Huawei obtiveram avanços, desafiando a líder do mercado com aparelhos mais baratos e equipados com uma série de recursos.

Uma fonte da indústria afirmou que o novo Note terá preço semelhante à versão anterior, vendida atualmente por cerca de 950 dólares.

A nova versão da linha terá capacidade para até 1 terabyte de memória –512 gigabytes de memória interna mais slot para cartão de memória de 512 gigabytes–, disse a fonte, o que tornará a Samsung a primeira grande fabricante de smartphones a ter um aparelho com 1 terabyte de capacidade.

Galaxi-S9-II

O Note 9 deve começar a ser vendido em lojas em 24 de agosto, afirmou a Samsung.

O lançamento do aparelho ocorreu quase três semanas antes que a versão anterior do modelo, uma estratégia provocada pelo aumento na concorrência no segundo semestre, com rivais planejando uma série de anúncios de novos aparelhos.

A Samsung disse que o Note 9 será o primeiro celular Android a ser capaz de rodar o game Fortnite. O título até agora só podia ser jogado em computadores, consoles e em produtos da Apple.

Segundo a companhia, o Note 9 terá recurso para se resfriar rapidamente durante jogos. Já a caneta S Pen terá recursos de comunicação sem fio via Bluetooth para que o usuário possa utilizá-la como um controle remoto do aparelho quando quiser exibir vídeos, por exemplo.

“Esperamos que o Note 9 venda mais que a versão anterior e vamos mobilizar todos os nossos recursos de marketing e vendas para assegurar um lançamento bem sucedido”, disse KyeongTae Lee, vice-presidente de comunicações móveis da Samsung, a investidores na semana passada.

A Samsung não informa as vendas de seus aparelhos, mas analistas estimam que a empresa tenha vendido cerca de 10 milhões de unidades do Note 8 até agora.

Na semana passada, a Huawei previu que vai se tornar a maior fabricante de celulares do mundo em volume de vendas, superando a Samsung, no último trimestre do próximo ano.

Enquanto isso, a Apple conseguiu vender mais iPhones X no trimestre encerrado em junho e conseguiu avanços na China.