Samsung irá gastar R$ 42 bi para criar “Vale do Semicondutor”

O complexo especializado na fabricação de componentes terá o tamanho de 400 campos de futebol

Com sua divisão de smartphones registrando seguidas quedas de faturamento, a Samsung está voltando suas atenções para o setor de semicondutores.

A empresa sul-coreana começou a construir na cidade coreana de Pyeongtaek um complexo industrial especializado na produção de componentes para a indústria eletrônica, investindo 15,6 trilhões de wons (cerca de 42 bilhões de reais) em uma planta do tamanho de 400 campos de futebol.

Enquanto os pesquisadores continuam a diminuir os chips e as empresas derrubam os preços dos processadores ao aumentar a escala de produção, o custo de entrada para as empresas que querem entrar nesse setor aumentou.

Isso porque, ao contrário do setor de smartphones (onde a Samsung perdeu espaço para empresas que operam com margem de lucro irrisória, como a Xiaomi), a fabricação de componentes exige altos investimentos para a construção de fábricas e logística.

O “Vale do Semicondutor” criado pela Samsung é uma forma da fabricante sul-coreana ficar ainda mais forte em dos setores que mais traz dinheiro para a empresa: o lucro da divisão de componentes eletrônicos cresceu 50% no último trimestre. Enquanto isso, as vendas de smartphones caíram 20%.

Atualmente, a Samsung é a segunda maior fabricante de processadores do mundo, atrás apenas da Intel.

Fonte: ET News