Samsung Chromebox: finalmente um sistema no Chrome OS

Principal função do aparelho é ser a de central multimídia, ou mesmo um pequeno PC para escritório em casa

São Paulo – Revelado na última edição da CES, em Las Vegas, o Chromebox é um mini desktop fabricado pela Samsung. Seu grande diferencial é ter o Chrome OS como sistema operacional.

O que é mais interessante desse produto não é seu hardware, mas a evolução do sistema baseado na engine do navegador Chrome. As versões anteriores eram muito limitadas ao browser, que não só era responsável por rodar tudo, mas era também a única interface disponível. A navegação era confusa e não muito prática.

O Chrome ainda é responsável por tudo o que acontece na nova versão, mas há uma mudança significativa na interface. Muito similar ao Windows 7 ou mesmo o Ubuntu, o controle de janelas foi completamente remodelado. Todos os aplicativos, arquivos e recursos ainda rodam em janelas do Chrome, mas a organização de cada item recebeu uma melhora significativa.

Pequeno, o Chromebox mede 19,3 por 19,3 centímetros, com 3,3 centímetros de espessura. Sua principal função parece ser a de central multimídia, ou mesmo um pequeno PC para escritório em casa. Com 2 DisplayPorts e 1 DVI, essa pequena caixinha pode comandar monitores de até 30 polegadas, segundo o Google. No INFOlab testamos o Chromebox em uma TV Full HD de 46 polegadas sem nenhum problema.

A conectividade também é uma aposta séria do aparelho. São seis USB 2.0 no total, além de porta Ethernet e entrada P2 para fones. Tantas portas terão uma função prática: suprir a falta de armazenamento. O pequeno PC possui 16 GB no total.

Equipado com um processador Intel Core i5 2450M (há também um modelo equipado com Celeron B840 de 1 GHz) e 4 GB de RAM, o Chromebox roda a leve interface sem nenhum engasgo.

O Chromebox é vendido nos Estados Unidos por 399 dólares. Ainda não há previsão de lançamento para o mercado brasileiro.