Novo Galaxy S20 terá câmera com zoom de até 100 vezes

Fabricante sul-coreana traz três modelos do rival do iPhone ao mercado

A sul-coreana Samsung anuncia hoje (11) a nova linha de smartphones Galaxy S20, voltada ao segmento topo de linha, onde os produtos rivalizam com os iPhones 11. O destaque do celular mais avançado da Samsung é o zoom de até 100 vezes que a câmera do modelo Galaxy S20 Ultra é capaz de oferecer na hora de capturar uma foto.

O S20 Ultra conta com quatro câmeras traseiras, sendo uma delas para desfoque do fundo em retratos, uma de amplitude de captura comum (80º) com 108 megapixels de resolução, uma de 12 megapixels com abertura ampla (120º) e uma teleobjetiva de 48 megapixels para retratos. O recurso de zoom do smartphone é oferecido por meio de zoom digital. Até 30 vezes de aproximação, a imagem é obtida por meio de uma combinação de hardware, software e inteligência artificial. Em uma nota de rodapé, a Samsung avisa aos consumidores que o zoom de super-resolução, como chama o recurso de 100x de aproximação, inclui o zoom digital, o que pode causar alguma deterioração da imagem.

Ainda assim, a capacidade de zoom é duas vezes maior do que a oferecida no smartphone rival Huawei Pro 30, lançado no Brasil no ano passado em meio ao bloqueio do presidente americano Donald Trump aos negócios globais da companhia chinesa.

No total, a linha Galaxy S20 conta com três integrantes. Os demais são chamados Galaxy S20 e Galaxy S20+, ou seja, há um rival para cada iPhone lançado no ano passado pela Apple.

O smartphone mais simples entre os três conta com três câmeras, e não quatro. Ele não tem o sensor de desfoque para retratos e as resoluções das câmeras são menores, sendo de 12 megapixels tanto para a ultra-wide quanto para a wide e de 64 megapixels para a teleobjetiva. O Galaxy S20+ tem as mesmas resoluções nas câmeras, mas ele possui o sensor de desfoque.

A capacidade da memória RAM dos dispositivos varia. O Galaxy S20 e o S20+ podem ter de 8 a 12 GB, enquanto o Galaxy S20 Ultra pode ter de 12 a 16 GB. Para efeito de comparação, o iPhone 11 Pro Max tem 4 GB de RAM.

Os novos smartphones da Samsung são compatíveis com redes 5G – ainda não disponíveis no Brasil, que podem ser usadas em países como Estados Unidos, Coreia do Sul e China.

Para complementar o mix tecnológico dos novos aparelhos, a capacidade da bateria está maior do que nunca na linha Galaxy S para oferecer bateria para um dia de uso. Ela aumenta conforme aumentam os preços dos dispositivos. O Galaxy S20 tem bateria de 4.000 mAh e preço sugerido de 999 dólares; o S20+ tem bateria de 4.500 mAh e preço sugerido de 1.199 dólares; por fim, o Galaxy S20 Ultra tem bateria de 5.000 mAh e custará 1.399 dólares. Globalmente, as vendas começarão em 6 de março.

Os novos preços, acima dos cobrados pela Apple nos três iPhones 11 mais simples, contrariam a análise da consultoria chinesa Counterpoint Research, que previu preço de 800 dólares para o Galaxy S20 mais básico. O cenário, no entanto, mudou nos últimos dias com o avanço da ameaça do coronavírus da China. Fábricas ficaram fechadas por mais tempo do que o previsto na China e a produção de eletrônicos começa a sofrer impactos negativos, que devem afetar a economia global.

Galaxy Buds+

A Samsung apresentou, também, novos fones de ouvido Bluetooth. Chamados Galaxy Buds+, eles são um avanço do modelo lançado pela empresa no ano passado. O produto conta com 11 horas de autonomia de bateria e vem com uma caixa que serve de carregador portátil que oferece mais 11 horas de carga. A sul-coreana fechou uma parceria com a empresa sueca de streaming de música Spotify para que os usuários possam iniciar uma reprodução de música ou podcast com apenas um toque nos fones de ouvido. Como em qualquer aparelho do gênero, os Galaxy Buds+ são compatíveis com qualquer dispositivo recente que tenha conexão Bluetooth – incluindo iPhones.