Review: Inspiron 7000 é um notebook refinado para produtividade

Laptop da Dell tem revestimento em plástico e metal, que lhe confere robustez e boa aparência

logo-infolab

São Paulo – O notebook Dell tem um apelo doméstico. Com sua tela de 15 polegadas e seu peso de mais de dois quilos, ele é um aparelho robusto para se usar em casa. Ele tem configuração de hardware avançada, com um processador Core i7 da Intel, e é voltado para quem busca um bom substituto para o antigo computador de mesa e não quer abrir mão de uma tela grande.

Design

A parte interna do laptop é revestida de metal. Isso dá o visual refinado que se espera de um produto com preço de 3.999 reais. Seu teclado é retroiluminado, o que ajuda a digitar no escuro, dando versatilidade ao notebook.

foto-do-notebook-dell-inspiron-7000-2

O teclado é confortável para a digitação, com teclas bem rentes ao corpo do aparelho. Apesar do tamanho acima da média do Dell, ele não tem teclado numérico dedicado. A fabricante optou por um design mais premium e um pouco menos funcional. Isso deixa clara a intenção da empresa de posicionar o notebook como um artigo premium.

foto-do-notebook-dell-inspiron-7000-1

A tela, porém, não oferece muito brilho mesmo quando colocamos o máximo de luminosidade.

O display tem um apelo importante para quem gosta de usar notebooks como tablets: ele é sensível ao toque e permite rotação de quase 360 graus. Com isso, você pode usar o aparelho no modo tenda para ver vídeos ou mesmo no modo tablet para fazer algum demonstração ou rodar jogos que utilizem controles por movimentação. O sistema não gira a tela sozinha, então você terá que fazer isso manualmente.

Configuração

O Delll tem configuração de hardware avançada. Ele permitirá ao usuário ter uma boa experiência de uso para trabalho com aplicações populares, como o pacote Office, por um longo período. Seu processador é um Intel Core i7 de quinta geração com velocidade máxima de 2,40 GHz e ele tem 8 GB de memória RAM. O chipset não é o mais recente da Intel, mas é o melhor da sua geração.

Não constatamos problemas de performance no uso diário. A inicialização do sistema Windows 10 acontece com velocidade satisfatória, apesar de não haver um SSD no produto. Ele tem um HD com capacidade de 1 TB para armazenar arquivos e programas.

Ele, porém, não tem uma placa gráfica dedicada. Portanto, não será possível rodar a maioria dos jogos disponíveis no Steam ou no Origin.

Bateria

O Dell promete bateria para mais de cinco horas de uso para trabalho. Se você realizar tarefas como editar planilhas ou redigir textos, ele consegue entregar esse resultado. Porém, o uso da web pode derrubar esse tempo de uso, dependendo do navegador que você utilizar. O Chrome foi o que mais consumiu bateria em nossos testes.

Para vídeos, o notebook consegue oferecer mais de três horas de reprodução contínua na Netflix, o que deve ser o suficiente para ver um filme longo, como Senhor dos Aneis: A Sociedade do Anel, mas não para fazer uma maratona de séries sem o carregador por perto.

Vale a pena?

O Inspiron 15 7000 é um notebook com boa performance, tela grande e design diferenciado. O usuário que escolhê-lo por essas razões não deve se arrepender. Agora, se você procura um notebook para jogos ou para transporte diário em uma maleta, bolsa ou mochila, esse não é mais indicado devido ao seu peso. Opções como o Samsung S50 são melhores.

Avaliação

7.9/10

Prós: Bom design e poder de processamento adequado para edição de documentos do Office.
Contras: Aparelho pesado para o transporte diário e não vem com o processador mais recente da Intel.

Ficha técnica

  • Processador:  Intel Core i7 5500U
  • RAM: 8 GB (DDR3L)
  • GPU: Intel HD Graphics 5500
  • Armazenamento: 1 TB
  • Tela: 15 Full HD
  • Conexões: 2 USB 3.0, 1 USB 2.0, HDMI, P2 (3,5 mm) e leitor de cartões (SD, SDHC, SDXC)
  • Peso: 2,1 Kgs
  • Bateria: 43 Whr
Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Melhor se informar antes: http://www.reclameaqui.com.br/ioJNAQTQz2_FQGih/dell-computadores-do-brasil/suporte-zero-sem-auxilio-via-chat-e-sem-respostas-de-email/ troquei o parque de máquinas da empresa por Acers. Quando mais precisei da Dell, se lixaram para reconhecer o defeito da máquina, quando convenci eles após 3 dias perdidos em ligações telefônicas, em que os atendentes desligavam o telefone. Levei no “escritório” da Garantia da Dell: uma portinha em cima do Bradesco lá no centro, que dá medo, ninguém prestou atenção ao que relatei e o notebook voltou com problemas… Dell nunca mais.