Review: Galaxy S10+ redefine padrão de alta qualidade para smartphones

Celular com cinco câmeras, mais bateria e mais performance é a aposta da Samsung contra os iPhones

São Paulo – O Galaxy S10+ é o mais novo e sofisticado smartphone Android da sul-coreana Samsung. O dispositivo conta com cinco câmeras, que ficaram mais inteligentes e capazes do que na geração passada.

Assim como em uma câmera profissional, que permite a troca de lentes, é possível alternar entre câmeras para obter imagens diferentes para cada ocasião, sejam mais amplas, tradicionais ou retratos.

Fora isso, desempenho e bateria também melhoraram consideravelmente. O aparelho ganhou até um recurso, até agora, exclusivo: o carregamento sem fio de outros dispositivos. Ele pode servir como bateria extra para os novos fones de ouvido Galaxy Buds ou até mesmo para um iPhone Xs.

Os testes de EXAME mostraram que o Galaxy S10+, o integrante mais avançado da sua linha, redefine o padrão de alta qualidade para o mercado de smartphones. Ele tem mais bateria, mais câmeras e mais poder de processamento do que os rivais. Confira a seguir o nosso review do Galaxy S10+.

Design

O design do Galaxy S10+ é a prova de que a Samsung encontrou e se mantém fiel à sua identidade visual. O aparelho segue a bela tendência iniciada no Galaxy S6 (2015), quando a sul-coreana trocou o revestimento de plástico pela combinação de vidro e metal.

Galaxy-S10+-Review

 (Lucas Agrela/Site EXAME)

Se a Samsung já tinha dado adeus ao botão home no Galaxy S8, agora ela se despede do sensor de impressões digitais, para desbloqueio de tela, que ficava na traseira. Não se engane: ele ainda existe, mas está integrado à tela e funciona muito bem. Após o registro da digital, basta colocar o dedo na parte inferior da tela para acessar o aparelho.

Galaxy-S10+-Review

 (Lucas Agrela/Site EXAME)

A tela conta também com o design chamado Infinity-O da Samsung, que consiste em uma parte frontal ocupada predominantemente pela tela, sem o entalhe – aquela barra preta com câmera e leitor de rostos – do iPhone Xs.

Além disso, o aparelho conta com algo que já desapareceu da maioria dos smartphones mais sofisticados do mercado: o conector de fones de ouvido. Apesar de a Samsung vender seus próprios fones Bluetooth, como o Gear IconX ou os novos Galaxy Buds, a sul-coreana ainda mantém o conector e dá ao consumidor, na caixa dos S10, um fone de ouvido da AKG, sua marca de áudio.

Câmera tripla

A câmera tripla do Galaxy S10+ segue uma tendência global de aumento de número de câmeras em celulares. Huawei e Nokia já contam com dispositivos cheios de câmeras para registrar imagens com mais qualidade e oferecer versatilidade na foto.

Galaxy-S10+-Review

 (Lucas Agrela/Site EXAME)

Assim como acontece no Galaxy A7, o S10+ tem uma câmera grande angular. Ou seja, se você tem uma GoPro, poderá aposentá-la. A captura é ampla o suficiente para fotografar alguém de corpo inteiro a dois ou três passos de distância. Essa câmera tem resolução de 16 megapixels e funciona melhor em ambientes claros, uma vez que sua abertura é f/2.2.

O conjunto de câmeras do Galaxy S9+ ainda é muito similar às outras duas câmeras do S10+ — o que é uma boa notícia. Elas fazem retratos com fundo desfocado (recurso chamado pela Samsung de Foco Dinâmico, ou de efeito bokeh, por fotógrafos). A resolução é de 12 megapixels em ambas, mas um delas tem abertura variável de f/1.5 para f/2.4, enquanto a câmera de telefoto tem abertura fixa de f/2.4. Com isso, as imagens feitas com essa última câmera precisam de bastante luz.

Os resultados obtidos com essas câmeras são os melhores entre todos os celulares já testados por EXAME. O nível de detalhamento das imagens e a versatilidade das câmeras colocam o smartphone como o melhor nesse quesito atualmente em nossa avaliação.

As três fotos a seguir foram tiradas a partir do mesmo local, alternando apenas as câmeras do aparelho. Confira.

Foto Review Galaxy S10+

 (Lucas Agrela/Site EXAME)

Foto Review Galaxy S10+

 (Lucas Agrela/Site EXAME)

Foto Review Galaxy S10+

 (Lucas Agrela/Site EXAME)

Veja mais fotos tiradas com o Galaxy S10+ em nossos testes.

Câmera dupla

Uma das câmeras do Galaxy S10+ tem 10 megapixels, com abertura de f/1.9, e é a mais indicada para ser usada em ambientes mal iluminados. A outra tem 12 megapixels e abertura de f/2.2, que funciona melhor para paisagens ou lugares com iluminação natural. Você pode alternar entre elas para obter imagens mais amplas ou mais fechadas, dependendo da situação da foto.

Galaxy-S10+-Review

 (Lucas Agrela/Site EXAME)

O uso combinado das duas acontece no Foco Seletivo, aquele recurso que desfoca o fundo de retratos. O bacana é que agora é possível deixar o fundo com visual distorcido, em preto e branco ou bastante desfocado. Tudo pode ser regulado na sequência da captura para que não seja necessário tirar várias fotos até que o efeito seja aplicado da forma como você gostaria.

Bateria

A melhoria na duração de bateria do Galaxy S10+ é notável. Em termos de capacidade, ela foi aumentada em 17,1%, passando de 3.500 mAh para 4.100 mAh.

No teste padrão de autonomia de bateria, com reprodução de vídeo da Netflix, com Wi-Fi e Bluetooth ativos e brilho de tela no máximo (sem usar o brilho extra forte para ambientes externos), o smartphone conseguiu 14h17min, enquanto o antecessor registrou 10h sob as mesmas condições.

A melhoria na duração da bateria foi de 41,6%. Isso é mais do que promete a fabricante, que é melhoria de 25%. Ou seja, se você tem hoje um Galaxy S9+ e trocá-lo pelo S10+, sentirá a diferença na autonomia de uso.

Configuração

A configuração de hardware do Galaxy S10+ é a mais avançada disponível entre os celulares Android no mercado brasileiro atualmente e isso deve se manter ao longo do primeiro semestre deste ano. Os destaques são o processador Qualcomm Snapdragon 855 octa-core e a memória RAM de 8 GB.

As opções de armazenamento não são nada modestas. Elas vão de 128 GB a 1 terabyte (1024 GB), com preços subindo junto com o espaço na memória. A versão mais sofisticada chega a ter 12 GB de RAM.

Neste review, testamos o modelo mais acessível, de 128 GB com 8 GB de RAM.

Aumento de performance geral do aparelho foi de 20,9% em relação ao Galaxy S9+, segundo o benchmark AnTuTu, que avalia celulares com base em simulações de rotinas de uso de jogos, vídeos, redes sociais e até leitura de QR Code.

O aumento de desempenho registrado no benchmark Geekbench foi ainda mais acentuado. Na avaliação de todos os núcleos de processamento em uso simultâneo, o crescimento foi de 32,7% em relação à geração passada. No teste de uso de núcleo único do aplicativo, a melhora da performance foi de 102%.

Vale a pena?

O Galaxy S10+ define um novo padrão de qualidade para smartphones topo de linha. É a partir dele que os demais rivais com Android serão avaliados pelos consumidores. Com as melhorias de performance, bateria e câmera, ele se mostrou não só uma melhora em relação ao antecessor, mas a todo o mercado de smartphones brasileiro. Novos entrantes chegarão neste ano, Huawei e Xiaomi, mas a Samsung já está bem posicionada com a família Galaxy S10 como linha de defesa da sua liderança de mercado.